segunda-feira, 19 de novembro de 2012

postheadericon Resenha + Promoção: A Culpa é das Estrelas por John Green


A Culpa é das Estrelas
John Green


Editora: Intrínseca 
ISBN: 9788580572261
Categoria: Young Adult/Ficção
Edição: 1ª Ed. 2012
Número de páginas: 283


Sinopse: Em A Culpa é das Estrelas, Hazel é uma paciente terminal de 16 anos que tem câncer desde os 13. Ainda que, por um milagre da medicina, seu tumor tenha encolhido bastante — o que lhe dá a promessa de viver mais alguns anos —, o último capítulo de sua história foi escrito no momento do diagnóstico. Mas em todo bom enredo há uma reviravolta, e a de Hazel se chama Augustus Waters, um garoto bonito que certo dia aparece no Grupo de Apoio a Crianças com Câncer. Juntos, os dois vão preencher o pequeno infinito das páginas em branco de suas vidas.


Era de dar nos nervos. Tudo o que eu queria era um rompante adolescente à moda antiga, sair como um furacão, bater a porta do meu quarto, botar o The Hectic Glow bem alto para tocar e escrever freneticamente um elogio fúnebre. Mas eu não poderia fazer isso porque não conseguia respirar.


Olá, caros leitores!! Eu li esse livro há alguns dias e imaginei que gostaria dele tanto quanto gostei de Quem é você, Alaska? mas não foi como eu esperava. Fiquei muito desapontada quando terminei de ler ACEDE e honestamente achei que o desenvolvimento da história deixou muito a desejar.

A Culpa é das Estrelas conta a história de Hazel, uma garota de dezesseis anos que luta bravamente contra o câncer desde o seu diagnóstico. Hazel é dotada de bom humor e inteligência e sagacidade, sempre frequentava as reuniões do Gupo de Apoio a Crianças com Câncer a contragosto até que um dia conhece o jovem Augustus Warters. Ele precisou amputar a perna por causa de um tumor maligno nos ossos. Ambos logo se deram conta de que se apaixonariam um pelo outro e conversa vai, conversa vem, ambos compartilharam suas paixões literárias. Gus adorava o livro O Preço do Alvorecer e Uma Aflição Imperial era o livro favorito de Hazel. Hazel não se conformava com o fato de a história ter sido concluída sem que soubesse o desfecho de alguns personagens. 

Compreendo bem os sentimentos dela após ter lido um livro tão marcante, mas que não tinha um fim conclusivo e inevitavelmente a gente começa a elaborar na mente várias hipóteses a respeito. Os dois tentaram entrar em contato com o autor Peter Van Houten e logo tiveram a oportunidade de conhecê-lo e exigir respostas aos questionamentos sobre o desfecho do livro. Entretanto, eles não esperavam uma recepção pouco calorosa do recluso escritor e não foi possível descobrir o que realmente aconteceu com a mãe da protagonista e com Sísifo, o hamster. Foi um tremendo balde de água fria para Hazel e Gus.  Ambos voltam para os EUA e continuam vivendo suas vidas até que um acontecimento inesperado - ou não tão inesperado assim - faz com que Peter possa rever todas as suas atitudes até então.

Eu gostei do início, mas fiquei bastante desapontada com o desenvolvimento da história à partir do momento em que Hazel e Gus foram até a Holanda para conhecer o escritor Peter Van Houten. Achei totalmente despropositada a aparição desse personagem. Se ao menos ele tivesse aparecido para contribuir positivamente para a trama eu teria pensado diferente, mas infelizmente não foi o que ocorreu. O Peter era um homem amargo, egoísta e insensível, e por mais que ele também tivesse sofrendo uma dor terrível, nada disso justificava o seu comportamento lamentável quando conheceu os dois jovens. Quando finalmente ele se deu conta da gravidade da situação já era tarde demais para apenas pedir desculpas. 

Eu realmente não me emocionei, tampouco chorei após terminar a leitura e acredito que tenha sido pelo fato do meu pouco envolvimento com os personagens e a história em si. Um livro que aborda o mesmo tema e que me marcou muito foi A Guardiã da minha irmã, de Jodi Picoult. Esse livro sim foi intenso, melancólico e trágico na medida certa. O John optou por mesclar diversão e filosofia mesmo em circunstâncias pouco favoráveis para tal, o que contribuiu para a superficialidade da história em determinadas situações. Não consigo ainda entender muito bem toda a repercussão que esse livro teve na blogosfera desde o seu lançamento. Até mesmo o relacionamento de Hazel e Gus me pareceu extremamente frio e pouco convincente na minha opinião. Ele a trata pelo nome completo o livro inteiro, talvez pelo fato de ter passado uma impressão robótica e artificial desprovida de sentimentos é que eu tenha me distanciado e meu ritmo de leitura tenha sido comprometido ao longo da história. 
Espero que tenham gostado da resenha e fiquem à vontade para comentar e expressar a opinião de vocês a respeito do livro!!

*Post Atualizado*





Pessoal,


Se você leu a resenha e tem interesse em participar da promoção, você poderá concorrer ao kit de A Culpa é das Estrelas. Participe! O kit contém 1 exemplar do livro, bolsa, pulseira, botton e pingente. 





Como muitos sabem, o sistema tradicional de formulários do Google vem perdendo muito espaço na blogosfera,  para a novidade RafflecopterÉ muito mais prático tanto
para nós, blogueiros, quanto para vocês. Não existe segredo. É bem simples para
participar, pois vocês poderão usar suas contas do 
Facebook ou entrar com seus nomes e emails. Se vocês tem dúvidas, confiram essa postagem do ICultGen.


a Rafflecopter giveaway


Informações Importantes:
  • Não esqueça de ler o Terms & Conditions que está incluso no Rafflecopter.
  • Ter endereço fixo no Brasil.
  • A promoção vai de 22 de Novembro à 21 de Dezembro
  • Comentários na resenha do tipo "Adorei a sua resenha. Bjos." serão desclassificados. Portanto, mostre que você leu a resenha e opine a respeito de forma concreta e não superficial.
  • O livro será enviado pela editora parceira Intrínseca 
  •  Na opção twittar sobre a promoção, basta clicar no ícone do twitter que uma janela aparecerá com a mensagem que você deve tuitar. É só confirmar e depois copiar o link e colar no local indicado.
  • Você pode usar a tweet about the giveaway apenas 1 vez por dia.



Até à Próxima e boa sorte!!     


117 comentários:

  1. Adorei esse livro mais não gostei do escritor e também achei a aparição dele desnecessária ! Adorei a resenha :D

    euvivolendo.blogspot.com ( comenta lá :D e vota no post )

    ResponderExcluir
  2. Sou louca por esse livro! :O

    Beijo,
    www.estanteseletiva.com

    ResponderExcluir
  3. Aaaaaaaaaah, fico muito feliz em achar alguém com a mesma coisa que eu!
    Sei lá, tava lendo maravilhas sobre esse livro, e quando li, não gostei. =/
    Sei lá, fiquei me sentindo estranha! kkkk'Achei que eu tinha algum problema, ou coisa assim!
    Não achei a história envolvente, nem emocionante. E enfim, não foi o que eu esperava.
    Parabéns pela resenha.
    Beijos
    http://2bookgirls.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Eu já havia lido outras resenhas sobre esse livro, que sinceramente, me deixaram curiosa. Gostei da sua resenha e de sua opinião sobre o mesmo,

    beijos,

    Juliana,
    http://ser-escritora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Eu morri de raiva do Peter! Mas gostei muito do livro. Achei ele tão lindo, apesar de acabar quase do nada.
    Não chorei também, acho que o Gus morreu tão rapido que nem deu pra chorar. Mesmo assim gostei do livro²
    Legal a resenha, gostei da sinceridade ^^

    ResponderExcluir
  6. Ah meu deus esse livro é lindo!!! Quero muito ele!!

    Um selinho do meu blog para o seu *-*

    http://www.encantoemfolhas.com/2012/11/selo-premio-dardos.html

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  7. Olá :)
    Poxa, uma pena que não tenha gostado muito querida. Eu adorei, adorei. Mas enfim, é a vida. Ainda não li Quem é Você, Alasca?, preciso ler para ver o que acharei. E viu, o nome do autor está errado ali no post, só pra avisar, ta? Enfim, é isso, estou péssima para comentários UAHSUAH

    Beijos, Vanessa.
    This Adorable Thing

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acabei de corrigir o post. Muito obrigada por avisar, Van!!
      Bjos.

      Excluir
  8. Parabéns pela resenha Mari! Estou ansiosa para ler A Culpa é das Estrelas e espero não me decepcionar. Gostei do seu ponto de vista e da sua opinião. Beijo!

    ResponderExcluir
  9. Oi, Mari!
    Gostei de conhecer a sua visão sobre o livro. Ainda não o li, mas depois de tantas resenhas mega positivas eu até gosto de ler opiniões contraditórias, pra não ir com tanta sede ao livro ou criar muitas expectativas. Eu sou meio mole pra esse tipo de história e costumo ficar muito sensibilizada, mas não sei porquê, nunca tive muita vontade de ler ACEDE, tanto que já vi inúmeras promoções por R$9,90 e nem assim me empolguei pra comprar. Ainda tenho curiosidade, pretendo lê-lo e espero gostar, só não é uma leitura que farei agora.
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  10. Oi Mari!
    Como a Duda, achei legal conhecer sua opinião sobre a história pelo fato de a maioria esmagadora amou de paixão o livro, então é sempre bom ver uma opinião mais contrária pra dar uma acalmada na expectativa.
    Já tenho o livro aqui e sou louca pra lê-lo. Eu espero me envolver mais do que você, afinal, as melhores leituras são assim, né?
    Só li um livro da Jodi Picoult (O Pacto) e eu amei! Quero ler outros livros dela!
    Beijão!

    ResponderExcluir
  11. Oi Mari! Tudo bem?
    Eu comprei o livro e ainda não tive coragem de ler. Como você, li tantas opiniões positivas que fiquei sem saber exatamente o que pensar. Quem sabe eu consigo pensar um pouco mais nele em dezembro, nas férias. Gostei da sua resenha, sincera e já me deixou alerta para o relacionamento dos personagem. Chamar pelo nome completo? Bem estranho! Vou tentar começar a leitura com uma visão neutra!


    Beijos!
    >> Nine
    Estante da Nine

    ResponderExcluir
  12. Ei, Mari, muitas pessoas ficaram mesmo desapontadas por conta da falta de um grande momento, algo glorioso ou dolorido, pq foi muito falado, positivamente, sobre o livro.
    Eu gostei justamente pelos motivos que vc não: a simplicidade, o jeito errado das coisas, o autor - ídolo - que nós idealizamos e nada tem a agregar.

    Achei um amor puro e desesperado, por conta das circunstâncias.

    Bem, este livro é meu queridinho, então não sei apontar defeitos hahahaha

    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Oi Mari,

    Gostei bastante da sua resenha. Claro que os livros de Jodi Picoult são infinitamente mais intensos e dramáticos que esse, mas acredito que John Green fez um bom trabalho, previsível no meu ponto de vista, mas mesmo assim bom.
    Também não chorei (e isso foi uma surpresa), embora as últimas palavras do livro tenham me deixado com um
    aperto no peito.
    Apesar de tudo, eu gostei do livro, gostei do casal, é uma história de amor fofa e em certo ponto bastante previsível, acho que gostaria de ter me surpreendido mais, só isso.
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Oi Mari,

    Confesso que não me senti muito atraída para ler esse livro, o tema não chamou minha atenção. Mas adorei sua resenha.

    Beijos
    Lay
    De Tudo um Pouco

    ResponderExcluir
  15. Sério que você não gostou??? :(
    Eu também li "Quem é você, Alasca?" e adorei, mas ACEDE me marcou e emocionou muito mais. Não sei... Mas é aquela velha história, né? Cada um é cada um e cada livro mexe de uma forma diferente em cada pessoa que o lê. (Quantos "cada", não? hhahahaha).

    beeeijos,
    Jéssica

    ResponderExcluir
  16. Eu adorei este livro e ao contrário de você me emocionei muito. Achei interessante a forma que o autor fez a história, sem mostrar os personagens como coitadinhos e com certo humor.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  17. Esse livro é incrível! O escritor é um chato, fiquei com tanta raiva dele que chorei, porém acho que a aparição dele mostra que tem jeito de toda a forma, realmente achei importante, ainda mais o fato como ele trata o câncer. Que não é da forma piedosa como as outras pessoas tratam.A culpa é das estrelas me marcou de uma forma inexplicável, se tornou um dos meus livros favoritos!

    ResponderExcluir
  18. Adorei a sua sinceridade. Também me perguntei ao terminar de ler o livro o por que de tanto estardalhaço na blogosfera. Cheguei a mesma conclusão que você a respeito da história. E pior no final da leitura fiquei como a Hazel que passou o livro todo querendo saber o que aconteceu com os personagens do livro que ela leu. E me pergunto: O que aconteceu com a Hazel? E com os pais do Gus? E com o melhor amigo do Gus? Foi muito drama para um mesmo livro.
    O que mais gostei foi mostrar o valor da amizade. Essa parte valu muito a pena no livro.

    Um leve bater de asas para todos!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  19. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  20. Uau! Realmente essa resenha me surpreendeu, muitas coisas que lia colocavam ele lá em cima e essa veio apontando alguns pontos que não tinha visto ser comentado.
    Espero não me decepcionar com o livro.

    Bjs
    Garotas de Papel

    ResponderExcluir
  21. Já li muitas resenha sobre esse livro e a maioria AMA ELE DE PAIXÃO!!Eu to muito curiosa pra lê-lo a historia parece bem emocionante!!Espero ler em breve!Gostei muito da resenha *-*

    Bjus

    ResponderExcluir
  22. Oi, Mari! Bom, ACEDE me marcou de uma forma que acho que nenhum livro um dia irá marcar. John Green é simplesmente um gênio, ele brinca com as palavras e nos fascina. A sua opinião foi sincera, diferente da minha, mas respeito isso!

    Beijos, Mari!
    http://enclausuradas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  24. Ah, tava louquinha para ler esse livro, mas vi algumas resenhas negativas, de muita gente falando que não entendeu todo o Auê acerca dele. O negocio é que quando cismo com um livro, tenho que ler. E esse é mais um pra minha lista... =D
    Preciso admitir que tava morrendo de medo da choradeira, viu? Mas agora que vc disse que não se emocionou, ainda há uma esperança. haha

    ResponderExcluir
  25. Ja muitas resenhas deste livro e sempre o pessoal fala muito bem dele, mas como você citou um personagem que chama a irmã pelo nome completo é estranho, e não demostra 'carinho' pelo menos para mim, mas mesmo assim vou dar uma chance a leitura, ainda pretendo le lo,
    beijos.

    ResponderExcluir
  26. Pensei que a história seria mais emocionante, mas pela sua resenha e outras que já li, o livro parece ser superficial. Também queria saber como tem livro que fazem tanto sucesso e nem são tão bons, acho que são as estratégias de marketing.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  27. li o livro e praticamente estou apaixonada por ele,mesmo deixando tanta curiosidade,é um livro que me fez chorar, muito, e ele fez na minha opinião o mesmo Van Houten, escreveu o livro e nem pensou em dizer o final, ta eu sei, o final foi meio surpreendente com o gus, mas eu queria saber da hazel ela estava em um câncer terminal e eu queria saber se ela morreu ou algo assim, na verdade queria saber se ela conseguiu viver normalmente ou sei la, enfim se eu pudesse eu iria atras do john só pra saber se vai ter o segundo ou se ele fez o mesmo que o Van Houten do livro. Enfim, é um livro que te prende mesmo, li ele em um dia e chorei em público e tudo, quem gosta de romance vai gostar muito dele. Adorei a resenha, e sim o livro deixou muito a desejar, mas mesmo assim se tornou um dos meus preferidos.

    ResponderExcluir
  28. Eu li esse livro umas duas semanas atras por causa da repercussão dele, e sinceramente eu adorei. Achei a história surpreendente e saiu um pouco daquele clichê "eu tenho câncer e estou morrendo, tenha pena de mim!". Também fiquei um pouco decepcionada por causa do Peter, eu realmente queria saber o final do livro Uma Aflição Imperial, pra mim esse foi o único ponto do livro que não me agradou muito, mas numa visão geral eu achei que era um livro muito bom que eu recomendaria.

    ResponderExcluir
  29. Confesso que chorei ao ler o livro (quem nao?) mas diferente da maioria das pessoas que conheço eu gostei de não terem contato que fim levou a Hazel, sinceramente, acho que eu iria ficar meio decepcionada.

    ResponderExcluir
  30. Adorei... quero muito ganhar e assim poder ler!

    sa_lu_seamam@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  31. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  32. não conseguir comprar o livro ainda mas a historia e muito linda eu gostei pelo fato de não se como os outros e um historia pra mim é muito interesante espero ler em breve para ver se é mesmo que eu penso,parabens essa resenha responde minhas duvidas do livro

    ResponderExcluir
  33. Ouvi falar muiiiiito bem desse livro e fiquei curiosa ao ver suas 3 estrelas. Mas consigo te entender pq. É foda quando involuntariamente comparamos neh? Mesmo sem ter lido já tem na minha cabeça um monte de possíveis comparações ahahaha! Mas como não estou esperando muito acho que a leitura vai ser boa, porém não tão boooa quando da Jodi.
    Tbm detesto personagem sem função! Parece que colocou só pra render algumas páginas rs.
    E tô muiiito afim de ler Quem é você, Alasca!!!

    bjs Mari!

    ResponderExcluir
  34. Poxa, eu ameeiiii o livro e chorei litros, mas enfim... eu me identifiquei muito com a Hazel, por vários motivos... e ela parece tão verdadeira, não sei como explicar, mas em vários momentos ela pensava coisas que eu pensaria, e, bom, por se tratar de um homem, adulto e saudável escrevendo, tudo que eu conseguia pensar era: "Oh meu Deus, oh não, oh meu Deus", enfim, bem eloquente, rsrsrs
    Bjim

    ResponderExcluir
  35. Eu já li várias resenhas sobre este livro e a tua foi das mais interessantes. Apesar de uns pontos não tão positivos apontados por ti, tenho muita curiosidade em fazer a leitura e formar uma opinião mais ampla. Espero me surpreender.

    ResponderExcluir
  36. Uau. Eu achei muito legal sua resenha ser sincera assim e respeito sua opinião, mas infelizmente não consigo concordar com nenhuma palavra que disse.
    Talvez seja porque, quando li o livro, eu estava passando pela mesma situação - câncer na família - e por isso o livro tenha me tocado muito mais.
    Consigo entender porque a personagem de Peter Van Houten era tão amarga e porque estava lá. É possível sim ficar muito amargo depois de passar por isso, aliás você quer ficar amargo, às vezes eu tenho essa vontade, mesmo que depois perceba que, por mim mesma, não é a melhor solução. Mas algumas pessoas ficam, e o que ele passou, bem, como todo mundo eu fiquei com raiva quando ele foi um grande babaca, mas depois entendi. Ele simplesmente não conseguia sair do sofrimento, e isso acontece com várias pessoas. Achei que o John o colocou ali na história para mostrar a diferença em como as pessoas lidam com essa doença e com a morte. Hazel e Gus, eles sofriam muitas vezes, mas tentavam levar a vida com o pouco que lhes restava. Com os números que lhe restavam, do tipo: se é só isso que eu tenho, vamos viver o que eu tenho e não lamentar. Não acho que os dois fossem frios um com o outro: o fato de Hazel grande parte das vezes o chamar pelo nome todo era apenas uma piada. Era como o Okay. Algo que se tornou dos dois. Mas no final ela o chama de Gus, e aí o próprio Gus percebe a situação, percebe a gravidade nesse momento: a piada tinha acabado. Eles estavam sofrendo nesse momento. Foi por isso que Hazel o chamou de Gus; porque o momento de piadas, o momento do bom humor, tinha acabado.
    Bem, mas opinião é que nem bunda - cada um tem a sua. Respeito, porque eu também já tive uma opinião bem diferente dos outros com livros. Gostei que você colocou seus sentimentos nessa resenha e postou. =)

    ResponderExcluir
  37. Desde o começo não me interessei muito pelo livro, pois quando o assunto é doença fico com um pé atrás. Não sei o quanto eu quero ler este livro, mas não custa tirar a dúvida!
    Nota 3, acho que essa seria a minha também. E personagens sem fundamento não dá né?
    Beijos!

    ResponderExcluir
  38. Foram poucas as resenhas negativas que li desse livro. Mas claro, é tudo uma questão de gosto.
    Eu estou muito curiosa para saber o que eu vou achar quando terminar de ler, se sou do time das que gostaram ou não. Mas sem dúvida, é um livro polêmico.
    Adorei sua sinceridade na resenha, parabéns.
    Beijos
    Vida de Leitora

    ResponderExcluir
  39. Nossa, acho que esta é a primeira resenha negativa sobre o livro que leio! Mas é bom ver o outro lado da moeda.
    De qualquer forma, eu quero muito ler este livro. Acho que deve ser sensível, mas profundo e triste. Os personagens parecem cativantes! Mas esta é a opinião de quem não leu o livro ainda. Depois que tiver a minha própria experiência, pode ser que meu ponto de vista mude bastante!
    bjs

    ResponderExcluir
  40. Em primeiro lugar eu gostei muito do título do livro e é por isso que eu estou querendo lê-lo. Não gosto muito de livros dramáticos e como a comentarista Ana Paula Barreto disse, essa também é a primeira resenha negativa sobre esse livro que eu vejo. Mas mesmo assim ficou legal, pelo motivo de nos mostrar o outro lado do livro. Não só a mesma opinião repentinas vezes. Gostei muito, está de parabéns.

    ResponderExcluir
  41. Olá! Como alguns disseram acima, também pra mim é a a primeira resenha negativa sobre o livro. Mas quero muito ler e avaliar!
    Parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
  42. Tua resenha é muito válida e foi diretamente ao ponto.
    Para mim, este não foi 'mais um livro sobre a vida das pessoas com câncer.'
    Foi muito mais que isso.
    Mas acho que criei muita expectativa, e achei que a estória 'se enrolou um pouco' do meio para o fim.

    Adoro teu blog, estou participando da promoção, está tudo muito lindo.

    ResponderExcluir
  43. Li a resenha morrendo de medo de achar um spoiler - eu sou muito chata com essas coisas, prefiro não saber praticamente nada do livro que quero ler. E como eu quero ler A Culpa é das Estrelas; não só pela história, mas também porque eu adoro o John Green ^^
    Fiquei um pouco triste porque sempre achei que a perfeição desse livro fosse unanimidade. Mas tudo bem, só lendo pra eu saber, né? :]

    ResponderExcluir
  44. Eu concordo em alguns pontos da sua resenha, mas confesso que amei o livro. Foi o primeiro que li do autor e virei fã. Uma coisa que me "incomodou" foi que Hazel sempre chamava o garoto de Augustus e de repente passou a chamar de Gus. O que incomodou não foi nem isso, mas achei meio desnecessário. Tanto que se o autor não tivesse chamado atenção para isso eu nem teria percebido!

    Ah, A Guardiã da Minha Irmã é maravilhoso! Me acabei de chorar. Você assistiu o filme? É super diferente do livro, inclusive o final.
    Por curiosidade fui ler outro livro dessa autora e não gostei, sabia? A história basicamente se repetia! Criança doente, irmã, processos... O nome do livro é Handle With Care, acho que no Brasil o nome é Frágil.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  45. eu li um pedaço do livro e amei eu quero ler ele todo

    ResponderExcluir
  46. Eu fiquei meio impressionada com a resenha!!! ate hoje só tinha ouvido falar maravilhas deste livro, e agora minhas expectativas diminuiram um pouco, porém ainda morro de vontade de ler este livro!!! não imaginava que era essa a trama da história, e principalmente que o relacionamento deles parecia frio e tal!!! mas enfim, ainda assim tenho muita vontade de ler o livro e ver se vou gostar tanto quando imaginava ou se vou me decepcionar!!!!

    ResponderExcluir
  47. A primeira vez que vi o livro, já fiquei interessada. Peguei o primeiro capítulo, sabe, daquelas cortesias de livraria.
    Quanto mais leio sobre ele, mais vontade me dá de ler. E é bom saber que não é só sobre doenças e coisas ruins, porque ao mesmo tempo que você fica curiosa, fica com medo de ser um livro essencialmente triste. Mas agora eu quero muuuuuito ler! Quero ganhar a promoção! :D bjs

    ResponderExcluir
  48. É muito interessante perceber como uma leitura afeta as pessoas de formas diferentes. Por isso sempre gosto de ler para ter minha opinião. Às vezes o que não é bom para um, é para o outro e vice-versa. Tenho muita curiosidade pelo enredo do livro e por ler que as pessoas se emocionam e tal. Tomara que minha experiência seja boa.
    Beijos

    ResponderExcluir
  49. Caramba. Eu amei esse livro. Acho que nunca gostei tanto de um livro...
    Discordo completamente com você quando diz que foi despropositada a aparição do Peter. Acho que foi muito legal a parte dele na história, apesar de eu ter odiado a personalidade dele. Deu um toque legal no livro.
    Amei demais e fico triste por você não tê-lo considerado 5 estrelas.
    Ótima resenha (apesar de eu achar que contém spoilers). Parabéns.

    Beijos,
    Amanda Melanie
    Literatura em Série

    ResponderExcluir
  50. Poxa fiquei tristinha por você não achar o livro tão assim depois de uma parte. Eu amei o livro é meu predileto! E quero simmmm esse KIT maravilhoso!

    ResponderExcluir
  51. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  52. Tantos comentários sobre este livro...
    Ainda não o li, ma acho interessante ver o lado de outras pessoas. Muitos são os que amam e poucos são aqueles que dizem não gostar. Minha amiga disse que passou a noite chorando por causa dele. Aí já penso - chorona como sou - que vou ter que comprar uma caixa de lencinhos extra. =P
    Mas gostei da sua resenha.
    É triste qd vc espera algo de um livro e ele não lhe corresponde. Apesar da maioria me dizer o quanto é bom, não vou criar tantas expectativas assim. rsrs

    Beijos, flor!
    Danni
    Garotas e Livros

    ResponderExcluir
  53. Que promoção massa!! eu quero!!! *-*

    ResponderExcluir
  54. Fofa, eu deixei um comentario lá em cima ok? Mas estou participando da promoção.
    Tomara que eu ganhe *-*

    ResponderExcluir
  55. Bom esse com certeza foi um dos melhores livro que já li. nunca chorei tanto com um livro, ainda não me recuperei e acho que vai demora muito pra isso, acho que o fato de que eu também tive câncer e pelo fato de que a minha vida ser tão parecida com esse livro me fez gosta ainda mais dele. me tocou profundamente acho que vai demora um certo tempo ate eu achar um livro tão tocante quanto esse, por que ele fez oque era dolorido se tornar ainda mais dolorido esse livro ganhou um pedacinho do meu coração ;)

    ResponderExcluir
  56. Esse livro é uma preciosidade, todos deveriam ler. Ele é extremamente tocante, te faz refletir sobre a vida, sobre o amor... Até me fez mudar minha filosofia de vida!
    Adorei a resenha, muito bem feita, rica em detalhes. Seu blog é lindo, parabéns!

    ResponderExcluir
  57. Que pena que não gostou do livro.
    Eu ainda não o li, e por algumas resenhas que já li puder perceber que ele é bastante interessante. Já participei de alguns sorteios pra ganha-lo, mas não tive sorte. Espero dessa vez ser diferente *-*
    Quero tirar minhas próprias conclusões, rs :)

    Parabéns pela resenha, gostei muito :)

    ResponderExcluir
  58. Faz tempo que esse livro tá na minha listinha de leitura, e independe de ver vários comentários negativos sobre ele eu ainda vou ler com toda certeza!!! Quero muito!!!

    ResponderExcluir
  59. Não acredito que você não gostou!! Todo mundo me diz que amou e tal... e toda vez que eu pergunto um livro bacana sempre me indicam ele. ¬¬

    O John Green surpreende bastante com a sua escrita, não que eu já tinha lido algo dele, mas toso mundo fala que se emociona e tal.. e esse da Jodi eu tenho medo de ler, vc viu o filme?? Chorei horrores, ou seja, nada de livro p mim.=(

    Mas assim como vc eu gosto de casais com quimica daquelas q vc vê o envolvimento e o carinho q eles tem um com outro. Enfim assim que tiver oportunidade de ler... te aviso o que achei ^^

    =*

    ResponderExcluir
  60. Eu estou esperando conseguir ler Looking For Alaska para depois ler ACEDE... mas, sei lá... tenho ouvido todo mundo falar bem do livros, então eu logo desconfio. Pelo menos esta foi a 1ª resenha que leio que não pintou o livro como perfeito. Odeio quando fazem isto. E, estranhamente, me deu um pouco de ânimo para ler ele.

    ResponderExcluir
  61. Engraçado como o andamento de uma estoria pode mudar, pelo começo da resenha a estoria parece ser bem emocionante na minha opinião, mas depois parece que desanda, é uma pena vc ter se decepcionado, mas uma coisa que eu gosto nos livros são os efeitos que causa em cada leitor, então terei que ler também rs. Gostei da resenha.

    ResponderExcluir
  62. Oi Mariana.

    Realmente a sua resenha me deixou bem surpresa! E foi bom ver uma "crítica" ao livro, porque todos só sabem elogiar a história e nunca expressar uma opinião com menos marketing. Gostei muito da sua resenha, e fiquei muito curiosa para ler o livro e tirar minhas próprias conclusões sobre a obra do momento de Green.

    Abraços (:

    ResponderExcluir
  63. Ah, eu gostei muito do livro *-* Nunca li Quem é você, Alaska?, então não tenho com o que comparar, mas eu gostei demais e me envolvi sim com os personagens. Achei tudo tão puro, um amor tão bonito e sem segundas intenções... Eu chorei, muito até, nunca tinha chorado tanto lendo um livro.

    ResponderExcluir
  64. Ah, esqueci de dizer... TÔ PARTICIPANDO DA PROMO, CLARO *-* Espero ganhar, pois o kit está uma fofura (:

    ResponderExcluir
  65. Eu li o livro e ele me tocou muito (com certeza um dos melhores de 2012) pena que isso não aconteceu com vc, participando da promoção :D

    ResponderExcluir
  66. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  67. Partipando da promoção!. Amei o livro, e sinceramente não pude não chorar com ele. Amei a forma como o John onseguiu colocar tantas frases/passagens incríveis e amáveis. Eu já não concordo com a aparição do Peter ser desnecessária, apesar de achar ele quase totalmente desprezível. E acho impossível não se emocionar com o livro, então é surpreendente para mim encontrar alguém que não o fez. Mas gostei da resenha :)

    ResponderExcluir
  68. Eu quero muito esse livro, a história parece ser muito perfeita e muitas pessoas amam, e eu amo a capa desse livro.

    Beijos
    Saindo da Realidade

    ResponderExcluir
  69. Parabéns pela resenha :)
    Eu já li esse livro, mas não tenho. Seria demais ganhá-lo!
    A história é linda, totalmente apaixonante. Confesso que chorei!

    ResponderExcluir
  70. Oi querida. Também concordo com vc quanto a ida para a Holanda. Achei que ficou tão sem sentido esta parte. Li a resenha mas já li o livro... Estou participando da promoção.

    ResponderExcluir
  71. É a primeira resenha que eu vejo q uma pessoa não se envolveu tanto na trama! Mesmo assim estou doida pra ler! Não gosto de finais tristes, mas esse livro me atrai de alguma forma... rsrsr
    Participando!

    ResponderExcluir
  72. Não sou lá muito fã de livros dramáticos, mas acima de tudo o nome do livro me chamou atenção e essa resenha me deixou com mais vontade ainda de ler.

    ResponderExcluir
  73. Adorei o livro, não sei como você não gostou. Mas enfim, gosto é gosto...

    ResponderExcluir
  74. Terei que discordar de sua resenha.
    Não sei ao certo a mensagem que o livro quis passar, foram muitas não só em relação a guerra contra o câncer mas também muitas questões pessoais.Entendo a emoção de alguns mas não acho que o fato do livro não ter te emocionado seja realmente uma grande coisa, chorei ao ler o sofrimento da Hazel em relação a morte de Augustus, não por pena mas sim por perceber que todos nós temos um fim, que todos nós somos rodeados de granadas e que todos nós somos a tal granada que Hazel evitava ser.O livro teve um grande significado para mim pois tenho um parente atualmente se curando do câncer.Posso ter analisado com muita grandeza esse livro, pode ser pelo fato de eu ter apenas 13 anos ou também pelo fato de eu nunca ter lido um livro desse porte.Ignorei a palavra românce e levei a história como um fiél e invevitável amor, um afeto e proteção sobre dois seres humanos que sofrem do mesmo problema e que temem com a incerteza do futuro.O futuro evidentemente foi a preocupação de Hazel, o futuro dos pais dela e das poucas pessoas que realmente estavam ali por ela.Já para Augustus a grande preocupação foi de ser esquecido e apenas ser lembrado por enfrentar a doença.São dois opostos trabalhados no livro e um ensinando o outro o quão inútil eram tais preocupações.Achei genial a reação de Peter, tornou o livro mais imprevisivel ainda, afinal, quando a Hazel disse que iria conhecer o grande autor, o encontro imaginado em minha cabeça seria de grande elegância e aprendizagem.As atitudes de Peter ensinaram camufladamente a imprevisibilidade do futuro, a fragilidade do ser humano, o fato de nem todos sermos felizes completamente, a questão de agradarmos e emocionarmos os outros com a nossa história mas sofrermos com ela diariamente.O fato daquilo não atrapalhar a viagem deles, o fato de nada atrapalhar a vida de Augustus e o fato de ele ensinar que nada deve atrapalhar a sua vida para Hazel foram coisas que me marcaram.O livro é filosófico e uma fonte de reflexão, chorar pela história não foi necessariamente a coisa buscada pelo autor.Achei legal ele chama-la pelo nome inteiro, achei uma coisa provocativa, uma coisa desafiadora e Hazel disse que amava apelidos e que sempre quis ter um, o apelido (ou maneira diferente de chama-la) achado por Augustus foi seu nome inteiro.Achei uma irônia o fato da história ser também baseada na aflição da Hazel em saber o fim dos personagens de Uma Aflição Imperial e o livro acabar deixando o gostinho de ''como terminou Hazel?'' ''o isaac um dia terá os olhos robóticos?'' ''algum dia eles irão vencer aquele video game?'' ''peter vai continuar o livro?'' etc.
    Adorei sua critica por mais que tenha que descorda-la.Abraço.

    ResponderExcluir
  75. Eu amei esse livro. Chorei muito...
    Eu achei simplesmente lindo a história e o livro não quis ser um daqueles "todo mundo a ajuda e é legalzinho com ela porque ela tem câncer". E também quis mostrar a dor do Peter por ter perdido a filha para o câncer...
    Acho que John quis mostrar que a dor pode transformar as pessoas...
    :)

    ResponderExcluir
  76. Apesar de eu ter amado o livro eu entendi seu ponto de vista, realmente ele é um livro que tem um apelo muito grande e qaundo os personagens não envolvem realmente ocorre- se de não gostar do livro, de qualquer forma é sua opinião e ela é baseada em bons argumentos.
    Beijos.
    http://opendoorofcreation.blogspot.com

    ResponderExcluir
  77. Este livro está entre as leituras mais desejadas do meu próximo ano, já li muitas opiniões super positivas sobre o livro e tal e achei bem legal você ter sido sincera e apontado não tão legais. Isso me dá vontade de ler suas outras resenhas. Enfim, espero que a leitura me surprenda.

    beijos

    ResponderExcluir
  78. muito elaborada a resenha e a uma mescla dos acontecimentos do livro com a sua opinião. Bom ainda não tive a oportunidade de ler o livro, mas vejo bem como vc disse uma grande repercussão...Minha amiga por exemplo ama de paixão esse livro ela se encanta por finais dessa forma surpreendentes. A historia pelo que ela contou e o que vc abordou na resenha é de certa forma um tema incomum e com acontecimentos traumáticos, não sei bem o que esperar desse livro, mas confesso que tenho uma enorme vontade de lê-lo. Um dos motivos claros para ler é porque sempre me interessa livros que na historia tenha algo a ver com escritores, escrever essas coisas relacionadas a leitura! Fico triste por vc não ter apreciado de certa forma o livro, mas acredito que pelo menos alguma coisa lhe somou á sua carga literária!
    obrigado PELO EMPENHO DE NOS PROPORCIONAR A SUA VISÃO DESTE LIVRO... até mais!

    ResponderExcluir
  79. Fiquei realmente curiosa quando vi que você deu apenas três estrelinhas ao li. Fui lendo sua resenha e entendendo suas razões.
    Sou muito curiosa pra ler esse livro, mas infelizmente não tive a chance ainda. Tod mundo fala super bem dele, diz que ele é uma lição de vida e tudo mais, mas eu ainda preciso tirar minhas próprias conclusões.

    Beijos
    Caline - Mundo de Papel

    ResponderExcluir
  80. Doidera em Mari? hahahaha
    Eu estava com medo de ler porque sou muito manteiga derretida para livros com doenças, mas agora até que me animei a ler! kkkk #Aloka

    Beijos

    ResponderExcluir
  81. eu gostei do livro mas, para ser sincera, também esperava mais... a estória é boa, mas não tão envolvente quanto eu esperava que fosse... a narrativa é bastante coesa, mas o livro não chegou a me emocionar quanto eu imaginava...

    ResponderExcluir
  82. Ei Mari!

    Poxa, que pena que você não gostou tanto assim do livro :/ Eu amei, chorei muito e me emocionei com a história. Achei a sacada do John de colocar tiradas sarcásticas e filosóficas genialmente genial. Gostei muito mesmo, e estou babando pelo kit *.*

    Bjoos'
    Lets

    ResponderExcluir
  83. Esse livro parece muito perfeito, todas as pessoas que conheço e leram disseram que não tem como se decepcionar!! Achei linda a história resenhada, e espero que quando eu ler eu sinta a mesma emoção que todos sentiram!

    ResponderExcluir
  84. Não li o livro e também não sei se vou ler :(
    Um tema como o câncer sendo tratado não me anima, tive duas pessoas da minha família que morreram por causa dele e apesar de ser um livro sei o quanto é complicado.

    ResponderExcluir
  85. OI, amo esse cantinho.
    Então, eu li e chorei muito, e graças a Deus não li muita resenha dele o que me ajudou a ter uma opinião.Eu gostei mais nunca jamais vou ler de novo. É triste, triste e triste.Chorei o tempo inteiro e não gostei da obseSSÃO, dela por descobrir o fim de uma história. Mas amei o Gus, sempre vendo o lado positivo e o tão forte que ele foi!
    Eu não acho Quem é vc Alasca? Vi aqui que vc tinha,vc pode me mandar por favor! nadjapg_pg@yahoo.com.br
    Bjs!

    ResponderExcluir
  86. Já ouvi vários comentários a respeito desse livro. Adorei seu ponto de vista, e para que eu possa também ter o meu, fico na torcida por esse exemplar : )

    ResponderExcluir
  87. Já li este livro e gostei da história
    apesar de ser como vc não chorei, afinal eu nunca choro lendo um livro. rsrsr

    Parabéns pela resenha e por sua sinceridade.

    Blog Amor literário:http://fernandabizerra.blogspot.com.br/
    Beijokas!!

    ResponderExcluir
  88. Olha que eu já li incontáveis resenhas sobre este livro, mas nenhuma tão sensata quanto esta. Fiquei ainda mais curiosa. Parece ser um romance com grande carga dramática, mas não menos leve, sensível. Espero que minhas impressões sejam positivas que a sua com esta leitura. Ah, parabéns pela resenha, pelo blog!

    ResponderExcluir
  89. Olá!!!
    A única resenha que vejo de uma pessoa que realmente se decepcionou com o livro. Fiquei até surpresa. Todo fundo falando bem do livro... Mas o que vale é a sinceridade. Ainda quero ler, e também Quem é vc Alasca?
    Super promo! Participando :D
    Bjss!

    ResponderExcluir
  90. Nossa, que resenha diferente (desse livro) de todas as outras que eu já li, hahaha.
    Eu amei ACEDE, então sou suspeita a dizer... mas gostei muito dos seus comentários e opiniões (e concordo que assim que eles viajam a estória fica um pouco chatinha) mas nada que vá estragar o conteúdo do livro (pra mim)!
    Mas parabéns pela resenha, adorei lê-la ;)

    xoxo

    ResponderExcluir
  91. Já vi uma outra pessoa fazendo uma resenha mais negativa desse livro tbm. Fico desconfiada quando rola esse adoração na blogosfera por algum livro, mas minha curiosidade ainda é bem grande.
    Quero ver se eu me emociono como a maioria. Não li nada desse tipo ainda, então pode ser que eu acabe gostando mais que você por isso. Vamos ver.

    ResponderExcluir
  92. A primeira vez que vi algo sobre o livro foi numa revista e eles trataram o livro como algo super ultra dramático, eu gosto de histórias assim e por isso tenho vontade de ler o livro. Sua resenha só aumentou minha vontade de ler xD

    www.umomt.com

    ResponderExcluir
  93. Tenho lido muitas opiniões positivas e é bom de vez em quando ler alguma contradição, pra não colocar muitas expectativas e não ser tudo aquilo, apesar da historia ser boa. Continuo com muita vontade de ler porque é um tema comum até, mas não enxergamos isso. Não enxergamos crianças vivendo intensamente e sorrindo mesmo portando uma doença que os consome aos poucos, enquanto nos reclamamos por coisas fúteis.

    ResponderExcluir
  94. Confesso que ja ouvi dizerem muito desse livro mas nenhum leitor fanatico como eu que me rondam convenseram a eu ler essa obra .

    Gostei da sua resenha e de seu ponto de vista critico , quero parabenizar pelo blog é a primeira vez que visito e me encantei , sao resenhas assim de boa qualidade que falta ultimamente .

    Belissimo trabalho

    http://danielenhasser.blogspot

    http://amantesdelivros-2012.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  95. Oi Mari,
    Eu já tinha comentado, mas acho que o blogger não enviou =/

    Eu gostei muito da sua sinceridade com relação ao livro. Foi a primeira, eu acho, que disse que não se emocionou com o livro. Todo mundo que leu foi só elogios pra ele, dizendo que choraram litros.
    Eu, particularmente, não sou de chorar. Por isso estava meio assim em lê-lo.

    Bom, parabéns pela resenha. Como eu disse no começo: gostei muito.

    Bjinhuxxx
    Eu li e Divulgo

    ResponderExcluir
  96. Esse livro já me interessa logo na parte mais "superficial",a capa.Simples e linda,o minimalismo do design me impressionou.Mas fora o fator estético,os outros fatores citados na resenha,como o desenrolar sentimental dos personagens me intrigou assim como o autor tratará a temática do mesmo em um cenário tão difícil,não é fácil descrever sentimentos afinal.Quero mt ler,fiquei curiosa e o titulo tb chama atenção.O kit está lindo!
    Beijos

    ResponderExcluir
  97. vc é a primeira que vejo falar mal deste livro!! como vc disse, ele teve grande repercussão na blogosfera. mas ainda tenho curiosidade em lê-lo...

    Este "A guardiã da minha irmã" , não é daquele filme com a CAmeron Diaz, em inglês se chama My sister keeper. Não me lembro o nome em português, deve ser Amor-alguma-coisa... Se for, a história é linda mesmo, e se tem livro quero ler!!

    ResponderExcluir
  98. Li e me emocionei com esse livro! É muito lindo acredito que o autor quis transmitir que podemos viver com nossas dificuldades de um modo diferente e que a dor pode modificar as pessoas com que convivemos.. Adorei sua resenha:D

    ResponderExcluir
  99. A renha ficou muito massa,sucesso,e tomara que eu ganhe..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gosto muito de você me visita também tenho um blog mas não é tão bom quanto o seu mas aos poucos estou me erguindo beijos te adoro..

      http://circulodelivros.blogspot.com.br/

      Excluir
  100. Digamos que o nome já diz um pouco da ideia do livro,o destinos e suas formas de nos ensinar sempre algo novo da vida. O tema no geral me parece um pouco clichê, nada que já não tenha visto em outros livros ou filmes, mas acredito que para ter uma opinião mais certeira sobre precisaria ler o livro, pois acredito que para bons escritores não há temas repetitivos, eles sempre conseguem alcançar um forma diferente de contar as mesmas histórias.

    ResponderExcluir
  101. Recebi milhares de recomendações desse livro, e estava procurando resenhas para saber mais. Gostei muito da sua, mais sincera que as outras... porém acho que minha opinião seria diferente da sua, pq eu sou muito sentimental com os livros rsrs. E eu adoro o John :)

    ResponderExcluir
  102. Amei o livro mais me descepcionei mt com o final, fiquei dias odiando o autor e pensando o quanto as coisas não são justas, mais mesmo assim o livro é fantastico

    ResponderExcluir
  103. A resenha já diz por toda, o livro vai ser emocionante. Sempre que vejo livros onde os personagens estao em estados terminais sei que vou chorar com a narrativa com a história e tudo mais, ainda mais se ela acha alguem que ame. Quero muito ler A Culpa é das Estrelas pra descobrir o que acontece com Hazel. Se eu nao ganhar eu pretendo comprar. bjs

    ResponderExcluir
  104. Otima resenha, fiquei curiosa a respeito desse livro, apesar de não fazer muito o tipo que eu sou acostumada a ler... mas me parece um livro emocionante. Espero ganha-lo aqui ^^
    participando e torcendo
    bjs

    @kesiaalves25

    ResponderExcluir
  105. Nossa, li tanto sobre esse livro todos falando que é muito bom, pela primeira vez leio uma resenha dele que não está colocando o livro no topo de tantos elogios, o que me deixou ainda mais curiosa já que nas resenhas sempre diziam o quanto o livro emocionada e erc. Bem, agora só lendo para saber, espero que eu ganhe, estou torcendo!

    ResponderExcluir
  106. Bom, prefiro não ficar lendo muito a resenha pois ainda não li o livro e confesso que estou muito curiosa para ler. É tanta resenha positiva e emocionante que até me arrepio.

    ResponderExcluir
  107. Já li o livro, mas não tenho :/ Eu gostei bastante da história, achei que o autor escreveu de uma forma leve e bonita, apesar do tema ser sério. Porém poderia ter mais páginas pra desenvolver melhor algumas coisas.

    ResponderExcluir
  108. Apesar da sua avaliação um pouco negativa, gostei muito da sua resenha. Já vi diversas opiniões a respeito desse livro, mas como ainda não o li não posso dizer se me identifico ou não.
    Mas confesso estar bastante curiosa a respeito dessa história, e ele com certeza está na minha fila dos próximos a ler!

    ResponderExcluir
  109. Histórias com esse tipo de tema sempre são um pouco "polêmicas", mas esse livro teve um toque mais leve para contar a vida da personagem, mesmo que o autor tenha exagerado em alguns pontos, não muda em nada, pois é um livro fascinante e que aborda um tema que tenho certeza que irá mexer com a consciência do leitor!
    Sua resenha foi bem expressiva, mas clara sobre sua opinião ao livro, parabéns.

    ResponderExcluir
  110. Entendi as suas observações, fofa. São mt pertinentes. Msm assim, continuo gostando do livro, mas mais por uma questão pessoal. Me identifiquei MUITO com a visão de vida do Gus... Mas como vc, tb não chorei. Achei um livro muito bom pq o Green tem uma ótima narrativa. Ele sabe falar de sentimentos d euma forma simples e leve, sem ser forçada - e isso é tãaaaaaaaao dificil! ;)

    beijoooos

    Gleice
    www.murmuriospessoais.com

    ResponderExcluir
  111. Ola.usando a conta do meu namorado para fazer esse simples coments de merda.entao eu estou passando por momentos quaze igual a hazel..estou cm os primeiros sintomas de leusemia.a culpa e das estrelas se tornou meu guia nessa jornada tanto quanto de merda. e cansativa.e claro que tenho um guss do meu lado.ele nao tem so uma perna ou um tipo de cancer.mais e um baita de um gato.muito atraente falaria a hazel rsrs.a questao egafanhotos. oque sera que houve cm hazel.provavelmente teve o msm destino do guss.morte.ou a cura.nao sabemos nesse assunto o john e bem parecido cm o peter van.. rsrsrs.. me pergunto se ela foi uma granada.se feriu mts pessoas.ela deve ter deixado sua marca.meu sonho antes de morrer e conhecer o john e ter minhas respostas finais. talvez enfrente a msm jornada que a hazel..mais e claro nao perderei meu grande amor.. vivendo o melhor da vida hoje..
    bjjs

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e fique à vontade para comentar! Eu leio cada comentário e aprecio muito respondê-los!

Por favor, note que qualquer comentário negativo demais, com ataques pessoais ou spam serão apagados.

Desde já, agradeço sua compreensão!

Boa leitura!

117 comentários:

  1. Adorei esse livro mais não gostei do escritor e também achei a aparição dele desnecessária ! Adorei a resenha :D

    euvivolendo.blogspot.com ( comenta lá :D e vota no post )

    ResponderExcluir
  2. Sou louca por esse livro! :O

    Beijo,
    www.estanteseletiva.com

    ResponderExcluir
  3. Aaaaaaaaaah, fico muito feliz em achar alguém com a mesma coisa que eu!
    Sei lá, tava lendo maravilhas sobre esse livro, e quando li, não gostei. =/
    Sei lá, fiquei me sentindo estranha! kkkk'Achei que eu tinha algum problema, ou coisa assim!
    Não achei a história envolvente, nem emocionante. E enfim, não foi o que eu esperava.
    Parabéns pela resenha.
    Beijos
    http://2bookgirls.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Eu já havia lido outras resenhas sobre esse livro, que sinceramente, me deixaram curiosa. Gostei da sua resenha e de sua opinião sobre o mesmo,

    beijos,

    Juliana,
    http://ser-escritora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Eu morri de raiva do Peter! Mas gostei muito do livro. Achei ele tão lindo, apesar de acabar quase do nada.
    Não chorei também, acho que o Gus morreu tão rapido que nem deu pra chorar. Mesmo assim gostei do livro²
    Legal a resenha, gostei da sinceridade ^^

    ResponderExcluir
  6. Ah meu deus esse livro é lindo!!! Quero muito ele!!

    Um selinho do meu blog para o seu *-*

    http://www.encantoemfolhas.com/2012/11/selo-premio-dardos.html

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  7. Olá :)
    Poxa, uma pena que não tenha gostado muito querida. Eu adorei, adorei. Mas enfim, é a vida. Ainda não li Quem é Você, Alasca?, preciso ler para ver o que acharei. E viu, o nome do autor está errado ali no post, só pra avisar, ta? Enfim, é isso, estou péssima para comentários UAHSUAH

    Beijos, Vanessa.
    This Adorable Thing

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acabei de corrigir o post. Muito obrigada por avisar, Van!!
      Bjos.

      Excluir
  8. Parabéns pela resenha Mari! Estou ansiosa para ler A Culpa é das Estrelas e espero não me decepcionar. Gostei do seu ponto de vista e da sua opinião. Beijo!

    ResponderExcluir
  9. Oi, Mari!
    Gostei de conhecer a sua visão sobre o livro. Ainda não o li, mas depois de tantas resenhas mega positivas eu até gosto de ler opiniões contraditórias, pra não ir com tanta sede ao livro ou criar muitas expectativas. Eu sou meio mole pra esse tipo de história e costumo ficar muito sensibilizada, mas não sei porquê, nunca tive muita vontade de ler ACEDE, tanto que já vi inúmeras promoções por R$9,90 e nem assim me empolguei pra comprar. Ainda tenho curiosidade, pretendo lê-lo e espero gostar, só não é uma leitura que farei agora.
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  10. Oi Mari!
    Como a Duda, achei legal conhecer sua opinião sobre a história pelo fato de a maioria esmagadora amou de paixão o livro, então é sempre bom ver uma opinião mais contrária pra dar uma acalmada na expectativa.
    Já tenho o livro aqui e sou louca pra lê-lo. Eu espero me envolver mais do que você, afinal, as melhores leituras são assim, né?
    Só li um livro da Jodi Picoult (O Pacto) e eu amei! Quero ler outros livros dela!
    Beijão!

    ResponderExcluir
  11. Oi Mari! Tudo bem?
    Eu comprei o livro e ainda não tive coragem de ler. Como você, li tantas opiniões positivas que fiquei sem saber exatamente o que pensar. Quem sabe eu consigo pensar um pouco mais nele em dezembro, nas férias. Gostei da sua resenha, sincera e já me deixou alerta para o relacionamento dos personagem. Chamar pelo nome completo? Bem estranho! Vou tentar começar a leitura com uma visão neutra!


    Beijos!
    >> Nine
    Estante da Nine

    ResponderExcluir
  12. Ei, Mari, muitas pessoas ficaram mesmo desapontadas por conta da falta de um grande momento, algo glorioso ou dolorido, pq foi muito falado, positivamente, sobre o livro.
    Eu gostei justamente pelos motivos que vc não: a simplicidade, o jeito errado das coisas, o autor - ídolo - que nós idealizamos e nada tem a agregar.

    Achei um amor puro e desesperado, por conta das circunstâncias.

    Bem, este livro é meu queridinho, então não sei apontar defeitos hahahaha

    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Oi Mari,

    Gostei bastante da sua resenha. Claro que os livros de Jodi Picoult são infinitamente mais intensos e dramáticos que esse, mas acredito que John Green fez um bom trabalho, previsível no meu ponto de vista, mas mesmo assim bom.
    Também não chorei (e isso foi uma surpresa), embora as últimas palavras do livro tenham me deixado com um
    aperto no peito.
    Apesar de tudo, eu gostei do livro, gostei do casal, é uma história de amor fofa e em certo ponto bastante previsível, acho que gostaria de ter me surpreendido mais, só isso.
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Oi Mari,

    Confesso que não me senti muito atraída para ler esse livro, o tema não chamou minha atenção. Mas adorei sua resenha.

    Beijos
    Lay
    De Tudo um Pouco

    ResponderExcluir
  15. Sério que você não gostou??? :(
    Eu também li "Quem é você, Alasca?" e adorei, mas ACEDE me marcou e emocionou muito mais. Não sei... Mas é aquela velha história, né? Cada um é cada um e cada livro mexe de uma forma diferente em cada pessoa que o lê. (Quantos "cada", não? hhahahaha).

    beeeijos,
    Jéssica

    ResponderExcluir
  16. Eu adorei este livro e ao contrário de você me emocionei muito. Achei interessante a forma que o autor fez a história, sem mostrar os personagens como coitadinhos e com certo humor.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  17. Esse livro é incrível! O escritor é um chato, fiquei com tanta raiva dele que chorei, porém acho que a aparição dele mostra que tem jeito de toda a forma, realmente achei importante, ainda mais o fato como ele trata o câncer. Que não é da forma piedosa como as outras pessoas tratam.A culpa é das estrelas me marcou de uma forma inexplicável, se tornou um dos meus livros favoritos!

    ResponderExcluir
  18. Adorei a sua sinceridade. Também me perguntei ao terminar de ler o livro o por que de tanto estardalhaço na blogosfera. Cheguei a mesma conclusão que você a respeito da história. E pior no final da leitura fiquei como a Hazel que passou o livro todo querendo saber o que aconteceu com os personagens do livro que ela leu. E me pergunto: O que aconteceu com a Hazel? E com os pais do Gus? E com o melhor amigo do Gus? Foi muito drama para um mesmo livro.
    O que mais gostei foi mostrar o valor da amizade. Essa parte valu muito a pena no livro.

    Um leve bater de asas para todos!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  19. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  20. Uau! Realmente essa resenha me surpreendeu, muitas coisas que lia colocavam ele lá em cima e essa veio apontando alguns pontos que não tinha visto ser comentado.
    Espero não me decepcionar com o livro.

    Bjs
    Garotas de Papel

    ResponderExcluir
  21. Já li muitas resenha sobre esse livro e a maioria AMA ELE DE PAIXÃO!!Eu to muito curiosa pra lê-lo a historia parece bem emocionante!!Espero ler em breve!Gostei muito da resenha *-*

    Bjus

    ResponderExcluir
  22. Oi, Mari! Bom, ACEDE me marcou de uma forma que acho que nenhum livro um dia irá marcar. John Green é simplesmente um gênio, ele brinca com as palavras e nos fascina. A sua opinião foi sincera, diferente da minha, mas respeito isso!

    Beijos, Mari!
    http://enclausuradas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  24. Ah, tava louquinha para ler esse livro, mas vi algumas resenhas negativas, de muita gente falando que não entendeu todo o Auê acerca dele. O negocio é que quando cismo com um livro, tenho que ler. E esse é mais um pra minha lista... =D
    Preciso admitir que tava morrendo de medo da choradeira, viu? Mas agora que vc disse que não se emocionou, ainda há uma esperança. haha

    ResponderExcluir
  25. Ja muitas resenhas deste livro e sempre o pessoal fala muito bem dele, mas como você citou um personagem que chama a irmã pelo nome completo é estranho, e não demostra 'carinho' pelo menos para mim, mas mesmo assim vou dar uma chance a leitura, ainda pretendo le lo,
    beijos.

    ResponderExcluir
  26. Pensei que a história seria mais emocionante, mas pela sua resenha e outras que já li, o livro parece ser superficial. Também queria saber como tem livro que fazem tanto sucesso e nem são tão bons, acho que são as estratégias de marketing.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  27. li o livro e praticamente estou apaixonada por ele,mesmo deixando tanta curiosidade,é um livro que me fez chorar, muito, e ele fez na minha opinião o mesmo Van Houten, escreveu o livro e nem pensou em dizer o final, ta eu sei, o final foi meio surpreendente com o gus, mas eu queria saber da hazel ela estava em um câncer terminal e eu queria saber se ela morreu ou algo assim, na verdade queria saber se ela conseguiu viver normalmente ou sei la, enfim se eu pudesse eu iria atras do john só pra saber se vai ter o segundo ou se ele fez o mesmo que o Van Houten do livro. Enfim, é um livro que te prende mesmo, li ele em um dia e chorei em público e tudo, quem gosta de romance vai gostar muito dele. Adorei a resenha, e sim o livro deixou muito a desejar, mas mesmo assim se tornou um dos meus preferidos.

    ResponderExcluir
  28. Eu li esse livro umas duas semanas atras por causa da repercussão dele, e sinceramente eu adorei. Achei a história surpreendente e saiu um pouco daquele clichê "eu tenho câncer e estou morrendo, tenha pena de mim!". Também fiquei um pouco decepcionada por causa do Peter, eu realmente queria saber o final do livro Uma Aflição Imperial, pra mim esse foi o único ponto do livro que não me agradou muito, mas numa visão geral eu achei que era um livro muito bom que eu recomendaria.

    ResponderExcluir
  29. Confesso que chorei ao ler o livro (quem nao?) mas diferente da maioria das pessoas que conheço eu gostei de não terem contato que fim levou a Hazel, sinceramente, acho que eu iria ficar meio decepcionada.

    ResponderExcluir
  30. Adorei... quero muito ganhar e assim poder ler!

    sa_lu_seamam@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  31. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  32. não conseguir comprar o livro ainda mas a historia e muito linda eu gostei pelo fato de não se como os outros e um historia pra mim é muito interesante espero ler em breve para ver se é mesmo que eu penso,parabens essa resenha responde minhas duvidas do livro

    ResponderExcluir
  33. Ouvi falar muiiiiito bem desse livro e fiquei curiosa ao ver suas 3 estrelas. Mas consigo te entender pq. É foda quando involuntariamente comparamos neh? Mesmo sem ter lido já tem na minha cabeça um monte de possíveis comparações ahahaha! Mas como não estou esperando muito acho que a leitura vai ser boa, porém não tão boooa quando da Jodi.
    Tbm detesto personagem sem função! Parece que colocou só pra render algumas páginas rs.
    E tô muiiito afim de ler Quem é você, Alasca!!!

    bjs Mari!

    ResponderExcluir
  34. Poxa, eu ameeiiii o livro e chorei litros, mas enfim... eu me identifiquei muito com a Hazel, por vários motivos... e ela parece tão verdadeira, não sei como explicar, mas em vários momentos ela pensava coisas que eu pensaria, e, bom, por se tratar de um homem, adulto e saudável escrevendo, tudo que eu conseguia pensar era: "Oh meu Deus, oh não, oh meu Deus", enfim, bem eloquente, rsrsrs
    Bjim

    ResponderExcluir
  35. Eu já li várias resenhas sobre este livro e a tua foi das mais interessantes. Apesar de uns pontos não tão positivos apontados por ti, tenho muita curiosidade em fazer a leitura e formar uma opinião mais ampla. Espero me surpreender.

    ResponderExcluir
  36. Uau. Eu achei muito legal sua resenha ser sincera assim e respeito sua opinião, mas infelizmente não consigo concordar com nenhuma palavra que disse.
    Talvez seja porque, quando li o livro, eu estava passando pela mesma situação - câncer na família - e por isso o livro tenha me tocado muito mais.
    Consigo entender porque a personagem de Peter Van Houten era tão amarga e porque estava lá. É possível sim ficar muito amargo depois de passar por isso, aliás você quer ficar amargo, às vezes eu tenho essa vontade, mesmo que depois perceba que, por mim mesma, não é a melhor solução. Mas algumas pessoas ficam, e o que ele passou, bem, como todo mundo eu fiquei com raiva quando ele foi um grande babaca, mas depois entendi. Ele simplesmente não conseguia sair do sofrimento, e isso acontece com várias pessoas. Achei que o John o colocou ali na história para mostrar a diferença em como as pessoas lidam com essa doença e com a morte. Hazel e Gus, eles sofriam muitas vezes, mas tentavam levar a vida com o pouco que lhes restava. Com os números que lhe restavam, do tipo: se é só isso que eu tenho, vamos viver o que eu tenho e não lamentar. Não acho que os dois fossem frios um com o outro: o fato de Hazel grande parte das vezes o chamar pelo nome todo era apenas uma piada. Era como o Okay. Algo que se tornou dos dois. Mas no final ela o chama de Gus, e aí o próprio Gus percebe a situação, percebe a gravidade nesse momento: a piada tinha acabado. Eles estavam sofrendo nesse momento. Foi por isso que Hazel o chamou de Gus; porque o momento de piadas, o momento do bom humor, tinha acabado.
    Bem, mas opinião é que nem bunda - cada um tem a sua. Respeito, porque eu também já tive uma opinião bem diferente dos outros com livros. Gostei que você colocou seus sentimentos nessa resenha e postou. =)

    ResponderExcluir
  37. Desde o começo não me interessei muito pelo livro, pois quando o assunto é doença fico com um pé atrás. Não sei o quanto eu quero ler este livro, mas não custa tirar a dúvida!
    Nota 3, acho que essa seria a minha também. E personagens sem fundamento não dá né?
    Beijos!

    ResponderExcluir
  38. Foram poucas as resenhas negativas que li desse livro. Mas claro, é tudo uma questão de gosto.
    Eu estou muito curiosa para saber o que eu vou achar quando terminar de ler, se sou do time das que gostaram ou não. Mas sem dúvida, é um livro polêmico.
    Adorei sua sinceridade na resenha, parabéns.
    Beijos
    Vida de Leitora

    ResponderExcluir
  39. Nossa, acho que esta é a primeira resenha negativa sobre o livro que leio! Mas é bom ver o outro lado da moeda.
    De qualquer forma, eu quero muito ler este livro. Acho que deve ser sensível, mas profundo e triste. Os personagens parecem cativantes! Mas esta é a opinião de quem não leu o livro ainda. Depois que tiver a minha própria experiência, pode ser que meu ponto de vista mude bastante!
    bjs

    ResponderExcluir
  40. Em primeiro lugar eu gostei muito do título do livro e é por isso que eu estou querendo lê-lo. Não gosto muito de livros dramáticos e como a comentarista Ana Paula Barreto disse, essa também é a primeira resenha negativa sobre esse livro que eu vejo. Mas mesmo assim ficou legal, pelo motivo de nos mostrar o outro lado do livro. Não só a mesma opinião repentinas vezes. Gostei muito, está de parabéns.

    ResponderExcluir
  41. Olá! Como alguns disseram acima, também pra mim é a a primeira resenha negativa sobre o livro. Mas quero muito ler e avaliar!
    Parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
  42. Tua resenha é muito válida e foi diretamente ao ponto.
    Para mim, este não foi 'mais um livro sobre a vida das pessoas com câncer.'
    Foi muito mais que isso.
    Mas acho que criei muita expectativa, e achei que a estória 'se enrolou um pouco' do meio para o fim.

    Adoro teu blog, estou participando da promoção, está tudo muito lindo.

    ResponderExcluir
  43. Li a resenha morrendo de medo de achar um spoiler - eu sou muito chata com essas coisas, prefiro não saber praticamente nada do livro que quero ler. E como eu quero ler A Culpa é das Estrelas; não só pela história, mas também porque eu adoro o John Green ^^
    Fiquei um pouco triste porque sempre achei que a perfeição desse livro fosse unanimidade. Mas tudo bem, só lendo pra eu saber, né? :]

    ResponderExcluir
  44. Eu concordo em alguns pontos da sua resenha, mas confesso que amei o livro. Foi o primeiro que li do autor e virei fã. Uma coisa que me "incomodou" foi que Hazel sempre chamava o garoto de Augustus e de repente passou a chamar de Gus. O que incomodou não foi nem isso, mas achei meio desnecessário. Tanto que se o autor não tivesse chamado atenção para isso eu nem teria percebido!

    Ah, A Guardiã da Minha Irmã é maravilhoso! Me acabei de chorar. Você assistiu o filme? É super diferente do livro, inclusive o final.
    Por curiosidade fui ler outro livro dessa autora e não gostei, sabia? A história basicamente se repetia! Criança doente, irmã, processos... O nome do livro é Handle With Care, acho que no Brasil o nome é Frágil.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  45. eu li um pedaço do livro e amei eu quero ler ele todo

    ResponderExcluir
  46. Eu fiquei meio impressionada com a resenha!!! ate hoje só tinha ouvido falar maravilhas deste livro, e agora minhas expectativas diminuiram um pouco, porém ainda morro de vontade de ler este livro!!! não imaginava que era essa a trama da história, e principalmente que o relacionamento deles parecia frio e tal!!! mas enfim, ainda assim tenho muita vontade de ler o livro e ver se vou gostar tanto quando imaginava ou se vou me decepcionar!!!!

    ResponderExcluir
  47. A primeira vez que vi o livro, já fiquei interessada. Peguei o primeiro capítulo, sabe, daquelas cortesias de livraria.
    Quanto mais leio sobre ele, mais vontade me dá de ler. E é bom saber que não é só sobre doenças e coisas ruins, porque ao mesmo tempo que você fica curiosa, fica com medo de ser um livro essencialmente triste. Mas agora eu quero muuuuuito ler! Quero ganhar a promoção! :D bjs

    ResponderExcluir
  48. É muito interessante perceber como uma leitura afeta as pessoas de formas diferentes. Por isso sempre gosto de ler para ter minha opinião. Às vezes o que não é bom para um, é para o outro e vice-versa. Tenho muita curiosidade pelo enredo do livro e por ler que as pessoas se emocionam e tal. Tomara que minha experiência seja boa.
    Beijos

    ResponderExcluir
  49. Caramba. Eu amei esse livro. Acho que nunca gostei tanto de um livro...
    Discordo completamente com você quando diz que foi despropositada a aparição do Peter. Acho que foi muito legal a parte dele na história, apesar de eu ter odiado a personalidade dele. Deu um toque legal no livro.
    Amei demais e fico triste por você não tê-lo considerado 5 estrelas.
    Ótima resenha (apesar de eu achar que contém spoilers). Parabéns.

    Beijos,
    Amanda Melanie
    Literatura em Série

    ResponderExcluir
  50. Poxa fiquei tristinha por você não achar o livro tão assim depois de uma parte. Eu amei o livro é meu predileto! E quero simmmm esse KIT maravilhoso!

    ResponderExcluir
  51. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  52. Tantos comentários sobre este livro...
    Ainda não o li, ma acho interessante ver o lado de outras pessoas. Muitos são os que amam e poucos são aqueles que dizem não gostar. Minha amiga disse que passou a noite chorando por causa dele. Aí já penso - chorona como sou - que vou ter que comprar uma caixa de lencinhos extra. =P
    Mas gostei da sua resenha.
    É triste qd vc espera algo de um livro e ele não lhe corresponde. Apesar da maioria me dizer o quanto é bom, não vou criar tantas expectativas assim. rsrs

    Beijos, flor!
    Danni
    Garotas e Livros

    ResponderExcluir
  53. Que promoção massa!! eu quero!!! *-*

    ResponderExcluir
  54. Fofa, eu deixei um comentario lá em cima ok? Mas estou participando da promoção.
    Tomara que eu ganhe *-*

    ResponderExcluir
  55. Bom esse com certeza foi um dos melhores livro que já li. nunca chorei tanto com um livro, ainda não me recuperei e acho que vai demora muito pra isso, acho que o fato de que eu também tive câncer e pelo fato de que a minha vida ser tão parecida com esse livro me fez gosta ainda mais dele. me tocou profundamente acho que vai demora um certo tempo ate eu achar um livro tão tocante quanto esse, por que ele fez oque era dolorido se tornar ainda mais dolorido esse livro ganhou um pedacinho do meu coração ;)

    ResponderExcluir
  56. Esse livro é uma preciosidade, todos deveriam ler. Ele é extremamente tocante, te faz refletir sobre a vida, sobre o amor... Até me fez mudar minha filosofia de vida!
    Adorei a resenha, muito bem feita, rica em detalhes. Seu blog é lindo, parabéns!

    ResponderExcluir
  57. Que pena que não gostou do livro.
    Eu ainda não o li, e por algumas resenhas que já li puder perceber que ele é bastante interessante. Já participei de alguns sorteios pra ganha-lo, mas não tive sorte. Espero dessa vez ser diferente *-*
    Quero tirar minhas próprias conclusões, rs :)

    Parabéns pela resenha, gostei muito :)

    ResponderExcluir
  58. Faz tempo que esse livro tá na minha listinha de leitura, e independe de ver vários comentários negativos sobre ele eu ainda vou ler com toda certeza!!! Quero muito!!!

    ResponderExcluir
  59. Não acredito que você não gostou!! Todo mundo me diz que amou e tal... e toda vez que eu pergunto um livro bacana sempre me indicam ele. ¬¬

    O John Green surpreende bastante com a sua escrita, não que eu já tinha lido algo dele, mas toso mundo fala que se emociona e tal.. e esse da Jodi eu tenho medo de ler, vc viu o filme?? Chorei horrores, ou seja, nada de livro p mim.=(

    Mas assim como vc eu gosto de casais com quimica daquelas q vc vê o envolvimento e o carinho q eles tem um com outro. Enfim assim que tiver oportunidade de ler... te aviso o que achei ^^

    =*

    ResponderExcluir
  60. Eu estou esperando conseguir ler Looking For Alaska para depois ler ACEDE... mas, sei lá... tenho ouvido todo mundo falar bem do livros, então eu logo desconfio. Pelo menos esta foi a 1ª resenha que leio que não pintou o livro como perfeito. Odeio quando fazem isto. E, estranhamente, me deu um pouco de ânimo para ler ele.

    ResponderExcluir
  61. Engraçado como o andamento de uma estoria pode mudar, pelo começo da resenha a estoria parece ser bem emocionante na minha opinião, mas depois parece que desanda, é uma pena vc ter se decepcionado, mas uma coisa que eu gosto nos livros são os efeitos que causa em cada leitor, então terei que ler também rs. Gostei da resenha.

    ResponderExcluir
  62. Oi Mariana.

    Realmente a sua resenha me deixou bem surpresa! E foi bom ver uma "crítica" ao livro, porque todos só sabem elogiar a história e nunca expressar uma opinião com menos marketing. Gostei muito da sua resenha, e fiquei muito curiosa para ler o livro e tirar minhas próprias conclusões sobre a obra do momento de Green.

    Abraços (:

    ResponderExcluir
  63. Ah, eu gostei muito do livro *-* Nunca li Quem é você, Alaska?, então não tenho com o que comparar, mas eu gostei demais e me envolvi sim com os personagens. Achei tudo tão puro, um amor tão bonito e sem segundas intenções... Eu chorei, muito até, nunca tinha chorado tanto lendo um livro.

    ResponderExcluir
  64. Ah, esqueci de dizer... TÔ PARTICIPANDO DA PROMO, CLARO *-* Espero ganhar, pois o kit está uma fofura (:

    ResponderExcluir
  65. Eu li o livro e ele me tocou muito (com certeza um dos melhores de 2012) pena que isso não aconteceu com vc, participando da promoção :D

    ResponderExcluir
  66. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  67. Partipando da promoção!. Amei o livro, e sinceramente não pude não chorar com ele. Amei a forma como o John onseguiu colocar tantas frases/passagens incríveis e amáveis. Eu já não concordo com a aparição do Peter ser desnecessária, apesar de achar ele quase totalmente desprezível. E acho impossível não se emocionar com o livro, então é surpreendente para mim encontrar alguém que não o fez. Mas gostei da resenha :)

    ResponderExcluir
  68. Eu quero muito esse livro, a história parece ser muito perfeita e muitas pessoas amam, e eu amo a capa desse livro.

    Beijos
    Saindo da Realidade

    ResponderExcluir
  69. Parabéns pela resenha :)
    Eu já li esse livro, mas não tenho. Seria demais ganhá-lo!
    A história é linda, totalmente apaixonante. Confesso que chorei!

    ResponderExcluir
  70. Oi querida. Também concordo com vc quanto a ida para a Holanda. Achei que ficou tão sem sentido esta parte. Li a resenha mas já li o livro... Estou participando da promoção.

    ResponderExcluir
  71. É a primeira resenha que eu vejo q uma pessoa não se envolveu tanto na trama! Mesmo assim estou doida pra ler! Não gosto de finais tristes, mas esse livro me atrai de alguma forma... rsrsr
    Participando!

    ResponderExcluir
  72. Não sou lá muito fã de livros dramáticos, mas acima de tudo o nome do livro me chamou atenção e essa resenha me deixou com mais vontade ainda de ler.

    ResponderExcluir
  73. Adorei o livro, não sei como você não gostou. Mas enfim, gosto é gosto...

    ResponderExcluir
  74. Terei que discordar de sua resenha.
    Não sei ao certo a mensagem que o livro quis passar, foram muitas não só em relação a guerra contra o câncer mas também muitas questões pessoais.Entendo a emoção de alguns mas não acho que o fato do livro não ter te emocionado seja realmente uma grande coisa, chorei ao ler o sofrimento da Hazel em relação a morte de Augustus, não por pena mas sim por perceber que todos nós temos um fim, que todos nós somos rodeados de granadas e que todos nós somos a tal granada que Hazel evitava ser.O livro teve um grande significado para mim pois tenho um parente atualmente se curando do câncer.Posso ter analisado com muita grandeza esse livro, pode ser pelo fato de eu ter apenas 13 anos ou também pelo fato de eu nunca ter lido um livro desse porte.Ignorei a palavra românce e levei a história como um fiél e invevitável amor, um afeto e proteção sobre dois seres humanos que sofrem do mesmo problema e que temem com a incerteza do futuro.O futuro evidentemente foi a preocupação de Hazel, o futuro dos pais dela e das poucas pessoas que realmente estavam ali por ela.Já para Augustus a grande preocupação foi de ser esquecido e apenas ser lembrado por enfrentar a doença.São dois opostos trabalhados no livro e um ensinando o outro o quão inútil eram tais preocupações.Achei genial a reação de Peter, tornou o livro mais imprevisivel ainda, afinal, quando a Hazel disse que iria conhecer o grande autor, o encontro imaginado em minha cabeça seria de grande elegância e aprendizagem.As atitudes de Peter ensinaram camufladamente a imprevisibilidade do futuro, a fragilidade do ser humano, o fato de nem todos sermos felizes completamente, a questão de agradarmos e emocionarmos os outros com a nossa história mas sofrermos com ela diariamente.O fato daquilo não atrapalhar a viagem deles, o fato de nada atrapalhar a vida de Augustus e o fato de ele ensinar que nada deve atrapalhar a sua vida para Hazel foram coisas que me marcaram.O livro é filosófico e uma fonte de reflexão, chorar pela história não foi necessariamente a coisa buscada pelo autor.Achei legal ele chama-la pelo nome inteiro, achei uma coisa provocativa, uma coisa desafiadora e Hazel disse que amava apelidos e que sempre quis ter um, o apelido (ou maneira diferente de chama-la) achado por Augustus foi seu nome inteiro.Achei uma irônia o fato da história ser também baseada na aflição da Hazel em saber o fim dos personagens de Uma Aflição Imperial e o livro acabar deixando o gostinho de ''como terminou Hazel?'' ''o isaac um dia terá os olhos robóticos?'' ''algum dia eles irão vencer aquele video game?'' ''peter vai continuar o livro?'' etc.
    Adorei sua critica por mais que tenha que descorda-la.Abraço.

    ResponderExcluir
  75. Eu amei esse livro. Chorei muito...
    Eu achei simplesmente lindo a história e o livro não quis ser um daqueles "todo mundo a ajuda e é legalzinho com ela porque ela tem câncer". E também quis mostrar a dor do Peter por ter perdido a filha para o câncer...
    Acho que John quis mostrar que a dor pode transformar as pessoas...
    :)

    ResponderExcluir
  76. Apesar de eu ter amado o livro eu entendi seu ponto de vista, realmente ele é um livro que tem um apelo muito grande e qaundo os personagens não envolvem realmente ocorre- se de não gostar do livro, de qualquer forma é sua opinião e ela é baseada em bons argumentos.
    Beijos.
    http://opendoorofcreation.blogspot.com

    ResponderExcluir
  77. Este livro está entre as leituras mais desejadas do meu próximo ano, já li muitas opiniões super positivas sobre o livro e tal e achei bem legal você ter sido sincera e apontado não tão legais. Isso me dá vontade de ler suas outras resenhas. Enfim, espero que a leitura me surprenda.

    beijos

    ResponderExcluir
  78. muito elaborada a resenha e a uma mescla dos acontecimentos do livro com a sua opinião. Bom ainda não tive a oportunidade de ler o livro, mas vejo bem como vc disse uma grande repercussão...Minha amiga por exemplo ama de paixão esse livro ela se encanta por finais dessa forma surpreendentes. A historia pelo que ela contou e o que vc abordou na resenha é de certa forma um tema incomum e com acontecimentos traumáticos, não sei bem o que esperar desse livro, mas confesso que tenho uma enorme vontade de lê-lo. Um dos motivos claros para ler é porque sempre me interessa livros que na historia tenha algo a ver com escritores, escrever essas coisas relacionadas a leitura! Fico triste por vc não ter apreciado de certa forma o livro, mas acredito que pelo menos alguma coisa lhe somou á sua carga literária!
    obrigado PELO EMPENHO DE NOS PROPORCIONAR A SUA VISÃO DESTE LIVRO... até mais!

    ResponderExcluir
  79. Fiquei realmente curiosa quando vi que você deu apenas três estrelinhas ao li. Fui lendo sua resenha e entendendo suas razões.
    Sou muito curiosa pra ler esse livro, mas infelizmente não tive a chance ainda. Tod mundo fala super bem dele, diz que ele é uma lição de vida e tudo mais, mas eu ainda preciso tirar minhas próprias conclusões.

    Beijos
    Caline - Mundo de Papel

    ResponderExcluir
  80. Doidera em Mari? hahahaha
    Eu estava com medo de ler porque sou muito manteiga derretida para livros com doenças, mas agora até que me animei a ler! kkkk #Aloka

    Beijos

    ResponderExcluir
  81. eu gostei do livro mas, para ser sincera, também esperava mais... a estória é boa, mas não tão envolvente quanto eu esperava que fosse... a narrativa é bastante coesa, mas o livro não chegou a me emocionar quanto eu imaginava...

    ResponderExcluir
  82. Ei Mari!

    Poxa, que pena que você não gostou tanto assim do livro :/ Eu amei, chorei muito e me emocionei com a história. Achei a sacada do John de colocar tiradas sarcásticas e filosóficas genialmente genial. Gostei muito mesmo, e estou babando pelo kit *.*

    Bjoos'
    Lets

    ResponderExcluir
  83. Esse livro parece muito perfeito, todas as pessoas que conheço e leram disseram que não tem como se decepcionar!! Achei linda a história resenhada, e espero que quando eu ler eu sinta a mesma emoção que todos sentiram!

    ResponderExcluir
  84. Não li o livro e também não sei se vou ler :(
    Um tema como o câncer sendo tratado não me anima, tive duas pessoas da minha família que morreram por causa dele e apesar de ser um livro sei o quanto é complicado.

    ResponderExcluir
  85. OI, amo esse cantinho.
    Então, eu li e chorei muito, e graças a Deus não li muita resenha dele o que me ajudou a ter uma opinião.Eu gostei mais nunca jamais vou ler de novo. É triste, triste e triste.Chorei o tempo inteiro e não gostei da obseSSÃO, dela por descobrir o fim de uma história. Mas amei o Gus, sempre vendo o lado positivo e o tão forte que ele foi!
    Eu não acho Quem é vc Alasca? Vi aqui que vc tinha,vc pode me mandar por favor! nadjapg_pg@yahoo.com.br
    Bjs!

    ResponderExcluir
  86. Já ouvi vários comentários a respeito desse livro. Adorei seu ponto de vista, e para que eu possa também ter o meu, fico na torcida por esse exemplar : )

    ResponderExcluir
  87. Já li este livro e gostei da história
    apesar de ser como vc não chorei, afinal eu nunca choro lendo um livro. rsrsr

    Parabéns pela resenha e por sua sinceridade.

    Blog Amor literário:http://fernandabizerra.blogspot.com.br/
    Beijokas!!

    ResponderExcluir
  88. Olha que eu já li incontáveis resenhas sobre este livro, mas nenhuma tão sensata quanto esta. Fiquei ainda mais curiosa. Parece ser um romance com grande carga dramática, mas não menos leve, sensível. Espero que minhas impressões sejam positivas que a sua com esta leitura. Ah, parabéns pela resenha, pelo blog!

    ResponderExcluir
  89. Olá!!!
    A única resenha que vejo de uma pessoa que realmente se decepcionou com o livro. Fiquei até surpresa. Todo fundo falando bem do livro... Mas o que vale é a sinceridade. Ainda quero ler, e também Quem é vc Alasca?
    Super promo! Participando :D
    Bjss!

    ResponderExcluir
  90. Nossa, que resenha diferente (desse livro) de todas as outras que eu já li, hahaha.
    Eu amei ACEDE, então sou suspeita a dizer... mas gostei muito dos seus comentários e opiniões (e concordo que assim que eles viajam a estória fica um pouco chatinha) mas nada que vá estragar o conteúdo do livro (pra mim)!
    Mas parabéns pela resenha, adorei lê-la ;)

    xoxo

    ResponderExcluir
  91. Já vi uma outra pessoa fazendo uma resenha mais negativa desse livro tbm. Fico desconfiada quando rola esse adoração na blogosfera por algum livro, mas minha curiosidade ainda é bem grande.
    Quero ver se eu me emociono como a maioria. Não li nada desse tipo ainda, então pode ser que eu acabe gostando mais que você por isso. Vamos ver.

    ResponderExcluir
  92. A primeira vez que vi algo sobre o livro foi numa revista e eles trataram o livro como algo super ultra dramático, eu gosto de histórias assim e por isso tenho vontade de ler o livro. Sua resenha só aumentou minha vontade de ler xD

    www.umomt.com

    ResponderExcluir
  93. Tenho lido muitas opiniões positivas e é bom de vez em quando ler alguma contradição, pra não colocar muitas expectativas e não ser tudo aquilo, apesar da historia ser boa. Continuo com muita vontade de ler porque é um tema comum até, mas não enxergamos isso. Não enxergamos crianças vivendo intensamente e sorrindo mesmo portando uma doença que os consome aos poucos, enquanto nos reclamamos por coisas fúteis.

    ResponderExcluir
  94. Confesso que ja ouvi dizerem muito desse livro mas nenhum leitor fanatico como eu que me rondam convenseram a eu ler essa obra .

    Gostei da sua resenha e de seu ponto de vista critico , quero parabenizar pelo blog é a primeira vez que visito e me encantei , sao resenhas assim de boa qualidade que falta ultimamente .

    Belissimo trabalho

    http://danielenhasser.blogspot

    http://amantesdelivros-2012.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  95. Oi Mari,
    Eu já tinha comentado, mas acho que o blogger não enviou =/

    Eu gostei muito da sua sinceridade com relação ao livro. Foi a primeira, eu acho, que disse que não se emocionou com o livro. Todo mundo que leu foi só elogios pra ele, dizendo que choraram litros.
    Eu, particularmente, não sou de chorar. Por isso estava meio assim em lê-lo.

    Bom, parabéns pela resenha. Como eu disse no começo: gostei muito.

    Bjinhuxxx
    Eu li e Divulgo

    ResponderExcluir
  96. Esse livro já me interessa logo na parte mais "superficial",a capa.Simples e linda,o minimalismo do design me impressionou.Mas fora o fator estético,os outros fatores citados na resenha,como o desenrolar sentimental dos personagens me intrigou assim como o autor tratará a temática do mesmo em um cenário tão difícil,não é fácil descrever sentimentos afinal.Quero mt ler,fiquei curiosa e o titulo tb chama atenção.O kit está lindo!
    Beijos

    ResponderExcluir
  97. vc é a primeira que vejo falar mal deste livro!! como vc disse, ele teve grande repercussão na blogosfera. mas ainda tenho curiosidade em lê-lo...

    Este "A guardiã da minha irmã" , não é daquele filme com a CAmeron Diaz, em inglês se chama My sister keeper. Não me lembro o nome em português, deve ser Amor-alguma-coisa... Se for, a história é linda mesmo, e se tem livro quero ler!!

    ResponderExcluir
  98. Li e me emocionei com esse livro! É muito lindo acredito que o autor quis transmitir que podemos viver com nossas dificuldades de um modo diferente e que a dor pode modificar as pessoas com que convivemos.. Adorei sua resenha:D

    ResponderExcluir
  99. A renha ficou muito massa,sucesso,e tomara que eu ganhe..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gosto muito de você me visita também tenho um blog mas não é tão bom quanto o seu mas aos poucos estou me erguindo beijos te adoro..

      http://circulodelivros.blogspot.com.br/

      Excluir
  100. Digamos que o nome já diz um pouco da ideia do livro,o destinos e suas formas de nos ensinar sempre algo novo da vida. O tema no geral me parece um pouco clichê, nada que já não tenha visto em outros livros ou filmes, mas acredito que para ter uma opinião mais certeira sobre precisaria ler o livro, pois acredito que para bons escritores não há temas repetitivos, eles sempre conseguem alcançar um forma diferente de contar as mesmas histórias.

    ResponderExcluir
  101. Recebi milhares de recomendações desse livro, e estava procurando resenhas para saber mais. Gostei muito da sua, mais sincera que as outras... porém acho que minha opinião seria diferente da sua, pq eu sou muito sentimental com os livros rsrs. E eu adoro o John :)

    ResponderExcluir
  102. Amei o livro mais me descepcionei mt com o final, fiquei dias odiando o autor e pensando o quanto as coisas não são justas, mais mesmo assim o livro é fantastico

    ResponderExcluir
  103. A resenha já diz por toda, o livro vai ser emocionante. Sempre que vejo livros onde os personagens estao em estados terminais sei que vou chorar com a narrativa com a história e tudo mais, ainda mais se ela acha alguem que ame. Quero muito ler A Culpa é das Estrelas pra descobrir o que acontece com Hazel. Se eu nao ganhar eu pretendo comprar. bjs

    ResponderExcluir
  104. Otima resenha, fiquei curiosa a respeito desse livro, apesar de não fazer muito o tipo que eu sou acostumada a ler... mas me parece um livro emocionante. Espero ganha-lo aqui ^^
    participando e torcendo
    bjs

    @kesiaalves25

    ResponderExcluir
  105. Nossa, li tanto sobre esse livro todos falando que é muito bom, pela primeira vez leio uma resenha dele que não está colocando o livro no topo de tantos elogios, o que me deixou ainda mais curiosa já que nas resenhas sempre diziam o quanto o livro emocionada e erc. Bem, agora só lendo para saber, espero que eu ganhe, estou torcendo!

    ResponderExcluir
  106. Bom, prefiro não ficar lendo muito a resenha pois ainda não li o livro e confesso que estou muito curiosa para ler. É tanta resenha positiva e emocionante que até me arrepio.

    ResponderExcluir
  107. Já li o livro, mas não tenho :/ Eu gostei bastante da história, achei que o autor escreveu de uma forma leve e bonita, apesar do tema ser sério. Porém poderia ter mais páginas pra desenvolver melhor algumas coisas.

    ResponderExcluir
  108. Apesar da sua avaliação um pouco negativa, gostei muito da sua resenha. Já vi diversas opiniões a respeito desse livro, mas como ainda não o li não posso dizer se me identifico ou não.
    Mas confesso estar bastante curiosa a respeito dessa história, e ele com certeza está na minha fila dos próximos a ler!

    ResponderExcluir
  109. Histórias com esse tipo de tema sempre são um pouco "polêmicas", mas esse livro teve um toque mais leve para contar a vida da personagem, mesmo que o autor tenha exagerado em alguns pontos, não muda em nada, pois é um livro fascinante e que aborda um tema que tenho certeza que irá mexer com a consciência do leitor!
    Sua resenha foi bem expressiva, mas clara sobre sua opinião ao livro, parabéns.

    ResponderExcluir
  110. Entendi as suas observações, fofa. São mt pertinentes. Msm assim, continuo gostando do livro, mas mais por uma questão pessoal. Me identifiquei MUITO com a visão de vida do Gus... Mas como vc, tb não chorei. Achei um livro muito bom pq o Green tem uma ótima narrativa. Ele sabe falar de sentimentos d euma forma simples e leve, sem ser forçada - e isso é tãaaaaaaaao dificil! ;)

    beijoooos

    Gleice
    www.murmuriospessoais.com

    ResponderExcluir
  111. Ola.usando a conta do meu namorado para fazer esse simples coments de merda.entao eu estou passando por momentos quaze igual a hazel..estou cm os primeiros sintomas de leusemia.a culpa e das estrelas se tornou meu guia nessa jornada tanto quanto de merda. e cansativa.e claro que tenho um guss do meu lado.ele nao tem so uma perna ou um tipo de cancer.mais e um baita de um gato.muito atraente falaria a hazel rsrs.a questao egafanhotos. oque sera que houve cm hazel.provavelmente teve o msm destino do guss.morte.ou a cura.nao sabemos nesse assunto o john e bem parecido cm o peter van.. rsrsrs.. me pergunto se ela foi uma granada.se feriu mts pessoas.ela deve ter deixado sua marca.meu sonho antes de morrer e conhecer o john e ter minhas respostas finais. talvez enfrente a msm jornada que a hazel..mais e claro nao perderei meu grande amor.. vivendo o melhor da vida hoje..
    bjjs

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e fique à vontade para comentar! Eu leio cada comentário e aprecio muito respondê-los!

Por favor, note que qualquer comentário negativo demais, com ataques pessoais ou spam serão apagados.

Desde já, agradeço sua compreensão!

Boa leitura!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...