sábado, 15 de outubro de 2011

postheadericon Confesso que gostei: Zarak, o Monstrinho de Alec Silva


Bom, antes de tudo gostaria de agradecer a todos que comentam as postagens da coluna Confissão Literária aqui do blog. Obrigado, pessoal! Hoje vamos valar um pouquinho do livro Zarak, o Monstrinho e Outras Noveletas Fantásticas do jovem autor Alec Silva, lançamento fresquinho da editora Multifoco.




Há muito venho acompanhando a luta do escritor Alec Silva para ver o seu sonho realizado. Autor de grande produção, ainda que as adversidades da vida cotidiana digam-lhe para ir mais devagar, ele se nega a produzir menos e eu o compreendo. Com o objetivo que sintetiza este texto, ele começou sua jornada de escrever mil livros. Zarak, o monstrinho e outras noveletas fantásticas é o seu primeiro.

O livro trata-se de uma coletânea de contos fantásticos cuja temática envolve sempre uma “moral”, um ensinamento. As vezes evidente, outras de interpretação, os contos são ambientados em mundos fantásticos povoados por criaturas incomuns. A primeira criatura a ser apresentada é o monstrinho Zarak, o homenageado no título do livro.

Zarak é a personificação da imaginação do autor, um símbolo que marcar tempos passados, quando era mais fácil imaginar e sonhar. Hoje o autor é ludibriado por um mundo de aparências e visual demais, assim como acontece com a gente. A diferença entre nós e ele, trata-se de Zarak, o monstrinho que visita-lhe e desperta-o para a realidade dos sonhos. Agora inspirado pela criatura mágica, Alec pode brindar-nos com histórias incríveis, ambientadas em mundo nunca vistos e de mensagens relevantes.

Os contos são de capítulos curtos, bem estruturados e de leitura agradável. A técnica de fragmentação dos capítulos é bem aplicada, ajudando a não cansar o leitor. Os capítulos terminam com grande expectativa e é quase inevitável iniciar a leitura do próximo.

Visualmente o livro é bonito, de capa colorida que expressa muito bem toda a magia dos contos. Moderno, bem acabado e de orelhas eficientes. A editora em questão tem se destacado pela qualidade visual dos seus livros, que são simples mas muito bem feitos.

Há alguns erros nas páginas dos livros, mas eles não conseguem desmerecer a obra. O sentido dos contos estão preservados e a maneira objetiva de narrar do autor nos faz ignorá-los. Fiquei impressionado com a facilidade de dizer do autor, de explicar o que é preciso e nos deixar imaginar o resto. Enfim, ter os olhos nas páginas de Zarak, o monstrinho e outras noveletas fantásticas, foi tudo o que a minha expectativa tinha me adiantado. Um livro mágico de mensagem importante e de sonhos…

Fica a dica.

Para comprar o livro:

Para conhcer o autor:


Para adicionar no Skoob:
http://www.skoob.com.br/estante/livro/11902000


By Paul Law.

14 comentários:

  1. Oi Mari!
    Não gosto muito de contos, mas esse parece ser interessante. Gosto de histórias fantásticas.
    Parabéns ao autor pela publicação!
    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  2. Poxa, fiquei curiosa em ler o livro, bjs e paraebsn pela resenha Pri

    Pri e Os Livros

    ResponderExcluir
  3. Oi Mari!
    Apesar de contos serem curtos, esses parecem ser bem significantes e densos, além da leitura parecer ser interessante e agradável!
    Gostei da resenha!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Oi, não costumo ler muito contos, mas acho interessante... Assim como a Sora, gosto d livros Fantásticos! A resenha ficou o máximo e realmente a capa é linda. Sei bem isso de você ler um capítulo e já partir pra outro!

    Beijos

    Sofia, Lendo de Tudo - http://so-soline.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Uau, adorei a dica! Não conhecia o livro até então, mas ele me parece ter uma narrativa breve e divertida. Adorei a capa, as cores são bem chamativas :D

    Já coloquei o livro na minha wishlist *_*

    Abraços ~
    http://leitorasanonimas.com

    ResponderExcluir
  6. O livro parece ser uma gracinha!

    Vou ler assim que possível.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. O livro parece ser bem legal. Sobre os erros, acho é sempre bom avisar à editora, de repente são revisores novos e as vezes prejudica um pouco o escritor. Sobre a história do Alec Silva, você disse "as adversidades da vida cotidiana digam-lhe para ir mais devagar", procurei sobre algo mais detalhado da vida dele, o que quis dizer com isso?

    Ah! Outra coisinha, eu tentei entrar no seu blog pelo perfil do blogger, disse que não era possível, achei meio estranho e válido de dizer à você! (:

    É sempre bom apoiar autores brasileiros, acho nossa literatura muito rica!

    Bom final de semana! (:
    www.pronomeinterrogativo.com

    ResponderExcluir
  8. Olá,
    Parabéns pelo blog! Estou seguindo.
    Segue lá também..

    http://estanteseletiva.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Legal, não curto muito livros de contos, mas sempre acabo lendo algum ;) Esse parece ser bem legal.

    Bj;*
    Naty - Jsut Books !

    ResponderExcluir
  10. Oiii Mari,
    eu não curto muito contos assim, na verdade até hoje só gostei MESMO de dois livros de contos que li, um foi do Stephen King e outro o Coisas Frágeis do Neil Gaiman, então não sei se pegaria pra ler esse livro não. Mas de qq forma, é bem claro que parece ser um trabalo mt bem feito, principalmente nessa capa linda! *-*

    Beeeijo, Nanda
    www.julguepelacapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Oi Mari :)
    Adorei a dica! Não leio muitos contos, mas esse livro parece ser bem interessante! A capa é linda e super colorida *.*
    Obrigada pela visita e pelo comentário!
    Tem post novo no blog: Indicação de série: Awkward.
    Passa lá :)
    Participe também das promoções do blog!
    Beijos, Nath
    @brgnat
    Books In Wonderland - http://www.booksinwonderland.com

    ResponderExcluir
  12. Gostaria de agradecer a todos pelos comentários á postagem. É ótimo ver o interesse de leitores por obras novas!

    Quanto ao comentário da Thaís, gostaria de explicar sucintamente o motivo da expressão "adversidades do cotidiano", relativa ao escritor em questão. O Alec não tem computador e escreve seus livros em cadernos mesmo.

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  13. Nossa! Fiquei sem palavras ao ver tantos comentários para minha obra.
    Agradeço a cada um deles.
    Só umas ressalvas:
    1. São na verdade noveletas, e não contos;
    2. Gosto de escrever mais em folhas sulfite, pois posso fazer as linhas, as margens; cadernos me fadigam sempre.

    Obrigado ao grande Paul pela resenha e ao espaço neste blog.

    Grande abraço a todos.

    ResponderExcluir
  14. Adorei!
    Não conhecia o livro nem o autor, mas me chamou bastante atenção! Adoro contos..
    Bj! :)

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e fique à vontade para comentar! Eu leio cada comentário e aprecio muito respondê-los!

Por favor, note que qualquer comentário negativo demais, com ataques pessoais ou spam serão apagados.

Desde já, agradeço sua compreensão!

Boa leitura!

14 comentários:

  1. Oi Mari!
    Não gosto muito de contos, mas esse parece ser interessante. Gosto de histórias fantásticas.
    Parabéns ao autor pela publicação!
    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  2. Poxa, fiquei curiosa em ler o livro, bjs e paraebsn pela resenha Pri

    Pri e Os Livros

    ResponderExcluir
  3. Oi Mari!
    Apesar de contos serem curtos, esses parecem ser bem significantes e densos, além da leitura parecer ser interessante e agradável!
    Gostei da resenha!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Oi, não costumo ler muito contos, mas acho interessante... Assim como a Sora, gosto d livros Fantásticos! A resenha ficou o máximo e realmente a capa é linda. Sei bem isso de você ler um capítulo e já partir pra outro!

    Beijos

    Sofia, Lendo de Tudo - http://so-soline.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Uau, adorei a dica! Não conhecia o livro até então, mas ele me parece ter uma narrativa breve e divertida. Adorei a capa, as cores são bem chamativas :D

    Já coloquei o livro na minha wishlist *_*

    Abraços ~
    http://leitorasanonimas.com

    ResponderExcluir
  6. O livro parece ser uma gracinha!

    Vou ler assim que possível.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. O livro parece ser bem legal. Sobre os erros, acho é sempre bom avisar à editora, de repente são revisores novos e as vezes prejudica um pouco o escritor. Sobre a história do Alec Silva, você disse "as adversidades da vida cotidiana digam-lhe para ir mais devagar", procurei sobre algo mais detalhado da vida dele, o que quis dizer com isso?

    Ah! Outra coisinha, eu tentei entrar no seu blog pelo perfil do blogger, disse que não era possível, achei meio estranho e válido de dizer à você! (:

    É sempre bom apoiar autores brasileiros, acho nossa literatura muito rica!

    Bom final de semana! (:
    www.pronomeinterrogativo.com

    ResponderExcluir
  8. Olá,
    Parabéns pelo blog! Estou seguindo.
    Segue lá também..

    http://estanteseletiva.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Legal, não curto muito livros de contos, mas sempre acabo lendo algum ;) Esse parece ser bem legal.

    Bj;*
    Naty - Jsut Books !

    ResponderExcluir
  10. Oiii Mari,
    eu não curto muito contos assim, na verdade até hoje só gostei MESMO de dois livros de contos que li, um foi do Stephen King e outro o Coisas Frágeis do Neil Gaiman, então não sei se pegaria pra ler esse livro não. Mas de qq forma, é bem claro que parece ser um trabalo mt bem feito, principalmente nessa capa linda! *-*

    Beeeijo, Nanda
    www.julguepelacapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Oi Mari :)
    Adorei a dica! Não leio muitos contos, mas esse livro parece ser bem interessante! A capa é linda e super colorida *.*
    Obrigada pela visita e pelo comentário!
    Tem post novo no blog: Indicação de série: Awkward.
    Passa lá :)
    Participe também das promoções do blog!
    Beijos, Nath
    @brgnat
    Books In Wonderland - http://www.booksinwonderland.com

    ResponderExcluir
  12. Gostaria de agradecer a todos pelos comentários á postagem. É ótimo ver o interesse de leitores por obras novas!

    Quanto ao comentário da Thaís, gostaria de explicar sucintamente o motivo da expressão "adversidades do cotidiano", relativa ao escritor em questão. O Alec não tem computador e escreve seus livros em cadernos mesmo.

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  13. Nossa! Fiquei sem palavras ao ver tantos comentários para minha obra.
    Agradeço a cada um deles.
    Só umas ressalvas:
    1. São na verdade noveletas, e não contos;
    2. Gosto de escrever mais em folhas sulfite, pois posso fazer as linhas, as margens; cadernos me fadigam sempre.

    Obrigado ao grande Paul pela resenha e ao espaço neste blog.

    Grande abraço a todos.

    ResponderExcluir
  14. Adorei!
    Não conhecia o livro nem o autor, mas me chamou bastante atenção! Adoro contos..
    Bj! :)

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e fique à vontade para comentar! Eu leio cada comentário e aprecio muito respondê-los!

Por favor, note que qualquer comentário negativo demais, com ataques pessoais ou spam serão apagados.

Desde já, agradeço sua compreensão!

Boa leitura!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...